Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Luisa Teixeira Daher

Que venha o Lollapalooza 2013

Festival importado não decepcionou | 11.04.12 - 20:38

A primeira grata surpresa do Lollapalooza Brasil foi a ótima organização do festival. Ponto para a Geo Eventos que esteve a cargo da produção. Deixei para pegar meus ingressos na porta, no primeiro dia do evento, sábado (7/4). Já fui preparada para uma grande confusão. Qual foi minha surpresa quando cheguei no Jockey Club de São Paulo e os funcionários estavam absolutamente bem organizados e instruidos. Em menos de 5 minutos, estava com meus ingressos em mãos, pronta para entrar no Festival.

Olhei para as filas e pensei: "Droga, vou perder Band of Horses" (banda americana que tocava as 17h, e o primeiro show que eu queria ver naquele dia). Pois em menos de 15 minutos eu estava dentro do Jockey e caminhando em direção ao palco Butantã para ver o show. Às 17h em ponto a banda estava no palco começando a tocar. Nunca tinha visto um festival tão pontual na minha vida. A grande maioria dos shows começou e terminou nos horários estipulados. Ponto novamente para a organização do evento.
 
A estrutura do festival era excelente. Muitas banquinhas de venda de bebidas e comida. Muitas filas para caixa (tudo era comprado com o Pillapalooza, moeda oficial do evento. Era preciso comprar a moeda e isso podia ser feito inclusive com cartão de débito, viva a modernidade!) e muitas filas para identificação de maiores de 18 anos para venda de bebidas alcoólicas. Ainda que extensas, as filas andavam rápido e a equipe que trabalhava na praça de alimentação estava bem preparada para o serviço (apesar de algumas baixas no final do dia... acho que não dimensionaram tão bem a quantidade de comida e bebida em relação ao público esperado...).
 
O clima estava delicioso. Nos dois dias não vi uma só confusão, nenhuma briga, nada que atrapalhasse o andamento das atrações e o público de assistir aos shows. Todos usando seus celulares e câmeras fotográficas à vontade, com a maior segurança. Muita gente aproveitando as áreas gramadas para descansar entre um show e outro, no maior clima Woodstock!
 
Uma grande ressalva. No show do Foo Fighters, última banda a se apresentar no dia 7, o som estava baixíssimo. O show foi maravilhoso. Banda e público completamente apaixonados, numa sinergia emocionante de verdade. Os músicos encantados, tocando com a maior empolgação e a plateia respondendo a altura a todas as provocações. O setlist foi perfeito. Revisitaram clássicos, escolheram as melhores do novo álbum, tivemos direito a dobradinha com Joan Jett tocando "Bad Reputation" e "I Love Rock n Roll"! Teria sido um dos shows mais perfeitos da minha vida não fosse a péssima qualidade do som. Ainda assim, valeu cada minuto das duas horas e meia.
 
No segundo dia, domingo, o público não poderia ter sido mais diferente. Hipsters e modernetes wanna be de todos os tipos. Era difícil definir exatamente qual era a banda mais esperada, os gostos da plateia estavam bem diluídos. Muitos pelo MGMT, muitos pelo Friendly Fires, vários pelo Foster the People, alguns pelo Jane's Addiction, a maioria pelo Arctic Monkeys. Mas nada que se comparasse ao público que esperou pelo Foo Fighters, talvez pela chuva, que acabou caindo na tarde de domingo e espantou muita gente antes do final do festival... Mas nem isso atrapalhou o clima delicioso do dia. Um desfile de capas de chuva tomou o gramado do Jockey Club e, mesmo assim, a animação de quem ficou não diminuiu. Problemas de som corrigidos, o último dia do festival correu da melhor maneira possível com apresentações irretocáveis das bandas do line up.
 
Destaque para a presença goiana do Black Drawing Chalks que, concorrendo com a gringa Friendly Fires, arrebatou grande parte do público da tarde de domingo, completamente hipnotizado pela apresentação dos meninos, cantando em alto e bom som os refrões do rock goiano! Sim, o rock está vivo e em excelente forma! Viva a cena independente de Goiás!
 
Foram dois dias de muita música, de ótima música! Foi bom ver um festival importado sendo realizado em terras brasileiras com tanta organização. Seja bem-vindo, Lollapalooza, te espero em 2013 (se o fim do mundo não vier antes...).


Luisa Teixeira Daher é administradora e produtora cultural

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
  • 12.04.2012 09:45 Victor N.

    Também não concordo com sua opinião. O festival sim acerto em muitos pontos. Em primeiro lugar os organizadores sabiam intenso calor que seria no dia 7, e mesmo assim não se dignaram em instalar um "mangueirão", ou seja, os bombeiros distribuiam poucos copos de água para quem estava perto das grades. As filas eram inacabáveis, eu mesmo fiquei por mais de uma hora para comprar o pillapalooza que por sinal inflacionou o preço de uma mísera água que custava 4 reais 350ml e um cachorro quente de 8 reais. Por fim, praticamente perdi as primeiras músicas do TV on The Radio. Agora o maior absurdo que você falou é com relação ao show do Foo Fighters. Se teve um quesito em que o festival foi impecável foi o SOM! O show do Foo Fighters estava tecnicamente perfeito, som bem equalizado e banda preparada, sem contar o público fanático! Abraços!

  • 12.04.2012 09:24 Lollapalooza

    Cara Luisa, em que Lollapalooza você foi? Com certeza, não foi o mesmo que eu! A organização falhou em MUITA COISA. Concordo que para entrar foi super fácil, rápido e ágil. Nisso eles merecem 10! Agora, muitas barraquinhas? NUNCA! As filas estavam quilométricas para tudo! Comprar a "moeda", comprar a comida, usar o banheiro... E com certeza não foi só na hora que eu precisei (mas enfim, todo festival é normal ser assim). O ingresso foi caro e o mínimo que a organização deveria ter feito era ter colocado tablhado sei lá o que, QUALQUER COISA, naquela areia. Tinham que conter a Poeira, sujeita... SEM CONDIÇÕES! A organização falhou, E FALHOU MUITO! O show do Foo Fighters foi o que me fez esquecer os problemas. SÓ O SHOW. Ah, nota 10 para a volta para casa tasmbém. Graças a DEUS comprei o bilhete do metrô antes porque as filas para comprar estavam IMENSAS. Depois que entrei na estação Butatã foi SÓ ALEGRIA. Voltei para casa tranquilinha, numa boa.

  • 11.04.2012 10:23 Ricardo

    Woohoo!!!!

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351