Odessa Arruda  01.05.2012 12h38
Quem tem trabalho é rico

Os jovens querem e precisam trabalhar

 
Conta a história da vida privada que aos doze anos o pequeno romano de boa família deixava o ensino elementar, aos quatorze abandonava  as vestes infantis e tinha o direito de fazer tudo que um jovem gosta de fazer; aos dezesseis  poderia optar pela carreira pública ou entrar no exército. Alguns mais privilegiados, como os filhos de senadores, poderiam se tornar cavaleiros, cuidar da polícia, e a sua carreira não se deteria, poderiam chegar a juiz, general ou senador. As jovens de famílias ricas eram encerradas em prisão sem grade e deveriam se dedicar aos trabalhos de fusos e também poderiam aprender a cantar, dançar ou tocar um instrumento e, sobretudo, deveriam se mostrar pudicas e reservadas.
 
Aos pobres cabia o trabalho. Este não era para os jovens de boa família. As crianças mal nasciam e já deveriam se dedicar ao trabalho a partir do momento em que conseguiam andar e se comunicar. Esse era o comportamento comum entre as demais nações na Idade Antiga. Trabalho era sinônimo de escravidão, completamente vedado às pessoas de boa família.
 
E agora no nosso século comemoramos com festas o Dia do Trabalho. Por quê ? Felizmente a palavra trabalho não é mais pejorativa e nem é um privilégio dos pobres. Pelo contrário, quem tem trabalho é rico. O Governo brasileiro está comemorando um dos menores índices de desemprego dos últimos anos. Em março de 2003, segundo o IBGE, tivemos um índice de 12,1% e neste ano estamos com a taxa de 6,2%. Enquanto isto alguns países da Europa convivem com uma grave crise de desemprego, principalmente Portugal e Espanha, chegando a atingir um percentual de 24,4% de desemprego.  Os jovens querem e precisam trabalhar. O emprego é vital para o desenvolvimento das nações.
 
E porquê a comemoração ocorre justamente no dia 1º de maio? Diz a história que exatamente neste dia, no ano de 1886 houve uma greve geral de trabalhadores nos Estados Unidos e que milhares deles  foram para as ruas, na cidade de Chicago, reivindicar melhores condições de salário, principalmente a redução da jornada de trabalho de treze para oito horas diárias. Dias depois, doze trabalhadores perderam a vida e outros ficaram feridos em um conflito com policiais. Em 1889 a Segunda Internacional Socialista, em homenagem aos que morreram no conflito, criou o Dia Mundial do Trabalho.
 
No Brasil existem relatos de que a data é comemorada desde o ano de 1895. Mas foi em setembro de 1925 que um Decreto do Presidente Artur Bernardes oficializou esta data.
 
Dois fatos marcantes foram registrados no dia 1º de maio, pelo então Presidente Getúlio Vargas. Em 1940, a instituição do Salário Mínimo e no ano seguinte a criação da Justiça do Trabalho, destinada a resolver questões judiciais relacionadas aos direitos do trabalhador.
 
Todos os trabalhadores precisam ser lembrados nesta data, principalmente aqueles que ainda não deixaram de ser escravos. Parabéns a todos!
 
 
Odessa Martins Arruda,  advogada trabalhista.  
 

Comente


Comentários

  • 01.05.2012 09:47 Por Mauricio Zaccariotti

    Hoje,dia 1º de Maio, dia Internacional do Trabalho, todos aqueles que trabalham ou já trabalharam, merecem ser parabenizados. Assim como, também, merece ser elogiada a Dra. Odessa, por ter nos proporcionado uma verdadeira aula sobre as origens do trabalho e sua evolução até os dias atuais. Parabéns, Professora Odessa. Continue escrevendo sobre tema. Abraços do Maurício e Família.


Publicidade

Publicidade