Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Anapaula de Castro Meirelles

Blogueiras de moda deveriam saber

| 07.11.12 - 21:27
 
Venho lutando contra o impulso de escrever esse texto há algumas semanas. O assunto é polêmico! Mas quanto mais eu leio, mais percebo que as coisas estão fora de controle. Li uma frase semana passada na rede social que me encorajou: “Morreu de quê? Se sufocou com as palavras que nunca disse.”
 
Nos últimos tempos tenho olhado com especial atenção blogs novos e também prestado atenção àqueles blogs mais famosos. Sim, os it blogs, com it blogueiras, em it eventos, usando e indicando it tendências de it marcas, fazendo it viagens. Percebam que repeti it tantas vezes não pelo sentido que é dado, mas para mostrar o cansaço que esses blogs me trazem.
 
É tudo muito igual! “meu look do dia (publicidade)” “viagem para não sei onde (publicidade)” “não vivo sem (publicidade)”… Eu vou dizer aqui, isso é muito chato! Já que não é para ter um conteúdo bom e informativo, que pelo menos seja sincera nas opiniões!
 
Sim, porque é chamar os leitores de idiotas! Fazer publicidade em quase todos os posts e fazer de conta que aquela marca deslocada apareceu ali do nada e virou amor eterno. Ahã! Sejam no mínimo verdadeiras e avisem que 90% do conteúdo do blog são pagos e não traduz suas opiniões pessoais. Simples. 
 
A tendência é que haja cada vez mais os “publiposts”, porque o blog sempre será um veículo barato de publicidade em comparação com outros. As blogueiras de moda precisam refletir sobre o ato de compartilhar informações. Pensem bem antes de apertar o botão “publicar”. A banalização do look do dia me incomoda muito. Se for num passeio interessante ou num lugar bonito, ok, mas quando eu vejo é quase sempre em um lugar sem importância alguma. Cansa ver as mesmas caras e bocas!
 
Blogueiras, que mal a gramática fez a vocês? Onde vocês estavam nas aulas de português? Nós leitores passamos muitas vezes por uma tortura ortográfica quando lemos alguns blogs. Muitas blogueiras que vejo já têm alguma formação em moda, arquitetura e jornalismo, eu penso que se deve ler e escrever muito durante a graduação nestes cursos, então qual a justificativa para escrever errado? Em que ano da graduação a gramática morreu? Explica!
 
Eu sei que algumas vezes é erro de “dijitassão”, ou a pessoa passa por cima da concordância sem perceber (se verem algo assim comigo, podem avisar). Mas tem certos erros que não são aceitáveis. Por exemplo, ver alguém tendo uma converça, usando scarpan beje Lou Boutan,, foleando uma revista, com óculos Ray Ban da Chilli Beans (sim, já vi isso). Sentiram o drama?
 
Por favor, blogueiras, não façam uso de exclamações ou interrogações em excesso. Muito cuidado com estrangeirismo e palavras em outros idiomas. Gerúndio nem pensar! Outra regra que não tem erro: meninos dizem obrigado, meninas dizem obrigada e os simpatizantes podem escolher!
 
Conquistar leitores assíduos é o que toda blogueira espera. Para um visitante entrar em um blog e se tornar leitor, precisa encontrar um ambiente adequado e gostar do que viu. Textos bem escritos e de fácil leitura, informação útil e facilidade de navegação estão incluídos no pacote.
 
Confesso que sou preconceituosa com aquelas blogueiras que querem parecer ricas. Então imaginem a quantidade de cartões de crédito estourados, sapatos emprestados maiores ou menores que o pé, roupas de liquidação ganhando preços absurdos, acessórios velhos ganhando nome de clássicos… pseudo realidades, pseudo atividades, pseudo passeios com pseudo amigos… Esse estrelismo injustificado que algumas demonstram é equivocado. Menos, blogueiras, bem menos!
 
Será que só eu acho estranho pessoas de 25, 30, 35 e 40 anos agindo como se tivessem 15? Aquela coisa de “sou personagem de um mundo lindo-meigo-vintage-rosa-pastel”. EU acho forçado e até a Amélie Poulain e Pollyanna tinham suas dúvidas e dificuldades.
 
A falta de habilidades nas redes sócias também está muito comum. Essa é para novas blogueiras: é irritante e chato receber um “seguindo, segue de volta?”. 
 
Eu sei que o blog é da pessoa e esta faz o que quiser com ele, mas penso o seguinte: se você realmente “tem talento” para escrever, faça! Se não tem e está fazendo isso só por ser bonitinho/cool/cult, não faça. Fica ridículo. 
 
A quantidade de falsas profissões também virou febre. A pessoa faz um layout e desenha do Photoscape e se diz web designer; a pessoa compra uma câmera e se intitula fotógrafo profissional; a pessoa acabou de comprar a primeira palette de maquiagem e se diz maquiador... 
 
Agora vou falar somente para as leitor@s: As blogueir@s são pessoas como nós! Têm diferentes conhecimentos, diferentes pontos de vista e muitas vezes, diferente poder aquisitivo. E essa é a graça dos blogs, pessoas diferentes mostrando suas ideias, trocando informações, concordando e discordando e se conhecendo, Se for alguém como você, não há motivos para “babar ovo” de ninguém! Ter admiração, identificação, laço de amizade é diferente de ser fanático.
 
Compartilho com vocês blogs bem interessantes e que valem uma visita, gosto muito da Oficina de Estilo e dos estrangeiros, amo da Garance Doré, que mostram a moda de verdade.
 
É isso. Espero que não tenha gongado muito.  Gosto de palavras verdadeiras, de verdades ditas (benditas!). Sou prática em determinadas questões. 
 
 
Anapaula de Castro Meirelles é publicitária.
 

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
  • 23.11.2013 19:10 Kessyle

    Sua opinião é bem interessante, contudo não resume a o que a maioria pensa. Aliás, o conteúdo não deixa de ser informativo pelo simples fato de não ser útil para você. Há milhares de mulheres desesperadas por um "toque" de beleza, pois acreditam que isso é uma das coisas mais importantes em suas vidas. Esses blogs ajudam várias pessoas a alimentarem seus egos comprando essa (publicidade) que você citou. Eu não tenho um blog de moda, nem acompanho-os loucamente, meu interesse é como o seu, uma procura de conteúdos para avaliá-los ou algo do gênero, mas não os julgo fúteis nem nada parecido. A publicidade está no nosso dia-a-dia e não deixa de ser importante por estar sub-julgada "influenciadora" ou "incentivadora de compras desnecessárias". Somos nós que definimos o que é bom e o que é ruim, absorvemos o que bem quisermos. E, diferente de uma propaganda na Televisão, durante os intervalos de um filme que você quer muito assistir, os blogs não precisam ser "aturados" por ninguém, afinal, são as pessoas que decidem acessarem ou não as páginas. Se estamos cansadas disso, por que visitamos esses blogs, então? :)

  • 30.07.2013 14:28 Ale

    prezada pamela rosário, sugiro que se informe antes acerca das regras de uso da crase, que comporta o uso, sim, antes de palavras masculinas, como no caso citado por você no comentário. na frase, a crase foi colocada pois se presta atenção A alguma coisa. Logo, seria prestar atenção A AQUELES - assim, juntando-se o A (crase) + o A de AQUELES, temos ÀQUELES.

  • 24.04.2013 21:33 Pamela Rosado

    Você criticou os erros de português das blogueiras, mas nesta frase sua: Nos últimos tempos tenho olhado com especial atenção blogs novos e também prestado atenção àqueles blogs mais famosos. Veja que "àqueles" está craseado. No entanto, antes de palavras masculinas não tem crase. ok? É bom se informar antes.

  • 07.04.2013 14:41 Isabel

    Concordo em 100% com tudo aquilo que foi escrito neste post. É importante saber a veracidade daquilo que se partilha nos blogues, o facto de serem pessoais não os impede de serem lucrativos (e muito). Aqui em Portugal também acontece um pouco isso, mas em menor escala. Parabéns.

  • 24.01.2013 14:52 Sandra Gomes

    Assino embaixo das tuas palavras.Traduziu o que também venho observando dos blogs de moda,estamos caindo no lugar comum,várias bonequinhas saindo da linha de montagem,um horror. O que acabo fazendo é vasculhar os blogs de moda e pincelar aquilo que realmente me atrai,sem ficar seguindo o que é "it". Parabéns Ana Paula

  • 22.01.2013 20:19 Carla

    "se verem algo assim comigo, podem avisar" => na verdade, o correto é: se virem algo assim comigo, podem avisar.

  • 14.12.2012 18:52 Amanda Carolina

    Nossa eu amo moda e por isso esse ano começo a faculdade, mas claro que quando eu tomei essa decisão não foi para ter um blog de moda e pra ser desse jeito, mas eu tenho um e não é fácil pois todas elas "são melhores" elas "sabem de tudo" não quero ser assim, pensei bem agora.. e gostei do que li aqui.

  • 02.12.2012 15:11 Kenia Miranda

    A humanidade precisa caminhar pra uma evolução e não será esse consumo desenfreado e essa valorização do ter, em detrimento do ser, que vai contribuir com isso. Tendências semanais de moda só fomentam a insegurança de garotas com ideais de consumo inatingíveis. Vão à NY, mas também tenham engajamento social. Querem ser seguidas? Contribuam com bons exemplos. E se querem ser profissionais aceitem críticas. Elas também fazem parte do negócio. Humildade sempre foi o acessório mais caro.

  • 26.11.2012 14:31 Jorge

    Lamentável observar nos comentários abaixo que certas blogueiras não têm maturidade para receber críticas. Pior, acusando a autora do texto de ser "out" (risos). Culpa das leitoras, mulheres tão fúteis e consumistas quanto as próprias blogueiras, que elevam esses seres à condição de divindades. Aos olhos dos homens vocês parecem extremamente vazias e falsas, isoladas em suas ilhas particulares de consumismo. Existe vida fora dos shoppings. Pensem nisso.

  • 21.11.2012 22:15 Luciana Mendonça

    Lendo os comentários percebo o quanto as blogueiras precisam amadurecer. Quanta bobagem e nem sabem o que estão falando. Deu vontade de rir, mas depois lamentei por vocês . Ótimo texto e é exatamente assim que penso. Vcê foi feliz no seu posicionamento.

  • 21.11.2012 18:57 Garota Poderosa

    Queridinha, seu texto está carregado de inveja e pingando uma arrogância que deprime. Você deve ser destas que não teve capacidade ou competência na vida e se promove criticando blogueiras de sucesso. Que tal olhar pro seu próprio umbigo, bein. Quem não tem nada de bom pra dizer o melhor é ficar calada. Vai procurar o que fazer.

  • 19.11.2012 11:09 Isabela Martins

    Adorei o texto, achei que condiz com a realidade dos it blogs. É uma pena que algumas pessoas, tentando defender as blogueiras, acabem sendo manipuladas pela publicidade que elas vendem e não percebam isso. Existem, claro, blogueiras boas, mas a internet está saturada de blogueiras que se vendem pelas marcas que dizem amar.

  • 16.11.2012 16:51 Elisa Rufino

    Adorei Anapaula! Beijos

  • 15.11.2012 10:05 Blogueira Indignada

    Acho esse texto um erro completo. Se ela mesmo diz que existem blogueiras de diferentes classes sociais é normal os erros de português e as mancadas. O Basil é muito pobre em educação e o governo não faz nada pra melhorar a situação. Querida acho melhor se acostmar com isso. Você mora no Brasil.

  • 14.11.2012 16:35 bia tahan

    Gostei muito do texto. Acho que aquelas que têm conteúdo, sabem escrever e buscam informação exclusiva vão sobreviver. Mas quem está só no oba oba, não tem cuidado nem com a própria língua certamente está com os dias contados. E blogueiras, saibam receber críticas! Faz parte do crescimento!

« Anterior 1 2 Próxima »
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351