Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Leonardo Rizzo

A Copa e o Entorno do DF

Na Copa, o Entorno será pauta internacional | 02.09.11 - 10:18

 

 

Desde o ano passado passo parte da minha semana a trabalho no Distrito Federal e nos municípios goianos que integram o Entorno. Por onde ando, seja no DF ou em Goiás, me deparo com o resultado de décadas de descaso dos poderes públicos com os cidadãos que acreditaram na nova capital e vieram morar nos arredores de Brasília.

As carências são enormes. O morador do entorno é forçado a conviver com a falta de segurança, estrutura para moradias (saneamento, asfalto, etc.), transporte digno e a preço justo, assistência em educação e saúde.

Mas a maior de todas as carências é a ausência do poder público. A sonhada Rede de Integração para o Desenvolvimento do Entorno do DF (Ride), infelizmente ainda não produz efeitos práticos na vida do cidadão. Este assiste impotente aos discursos oficiais e convive diariamente com o aumento da violência e da pobreza.

Em Brasília, a lógica que infelizmente grassa entre parte dos formadores de opinião, tem raciocínio preconceituoso e confuso. Convencionou-se entre algumas autoridades de Brasília a dizer que o entorno foi abandonado pelo governo de Goiás, que tentaria "empurrar”o problema para autoridades do DF resolver. Este raciocínio despreza um fator básico: o Entorno existe porque Brasília existe. Enquanto as autoridades do DF não se convencerem disso, a conversa se arrasta ad eternum.

Pobre da dona Maria, que vive em Águas Lindas em rua sem esgoto e pavimentação. Para trabalhar em Brasília, sofre com as más condições e com a passagem cara do sistema de transporte, planejado para fatiar trajetos entre empresas, mas nunca para facilitar a vida do trabalhador, que é o ser mais prejudicado dessa descontuidade e indiferença dos governos – federal, de Goiás e do DF.

Quando os responsáveis por estas três esferas de poder se convencerem que não dá mais para adiar esta situação, pode ser tarde. A Copa de 2014 está aí e o Entorno tem potencial enorme para ser mais um motivo de vergonha internacional para nosso País.

A presidente Dilma, os governadores Marconi Perillo e Agnello Queiroz e os prefeitos dos municípios do Entorno têm a chance de entrarem para a história se decidirem reparar este triste quadro de quarto mundo em que vive boa parte da população do Entorno. O lado bom é que o morador da região é um povo bom, trabalhador e cumpridor de suas obrigações de cidadão. Chega de preconceito e de discurso vazio. A hora é de arregaçar as mangas e trabalhar. Porque na Copa, não vai dar para varrer os problemas do Entorno para debaixo do tapete.

 


Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
  • 30.04.2012 02:54 Andreza

    Isso é fato , até quando os governantes vai interromper esse trabalho ? Sabe quando? Quando tudo que era para fazer em anos atrás ser feito na época da copa , dando assim muita vergonha ao povo brasileiro.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351