Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Renan Rigo

Um voto pela ciência e o saber

Reflita ao escolher seus candidatos | 03.10.14 - 22:39
 
 
Goiânia - E então você se pega avaliando em qual candidato votar. As possibilidades para este ano são tantas: de um lado, você tem deputados e senadores para a proposição e aprovação de leis que amparem as reivindicações e anseios do povo; do outro, governadores e um presidente que buscarão exercer as funções do Executivo e cumprir em definitivo o que estabelece os rumos para uma sociedade melhor.

Em meio a isso, tantas propostas, fundadas e infundadas, 
coerentes ou fantasiosas, que nós, eleitores, nos vemos reféns ao curto espaço de um horário político maquiado na TV e no rádio ou convidados a analisar de fato as propostas em ambientes melhor elaborados, em meios como a internet.
 
A internet, por sinal, meio que tem a inovação por excelência é o convite e a prova de que a inovação para os problemas brasileiros deve partir de propostas que busquem concretizar novas políticas para a ciência, a tecnologia e a educação.

Não é uma visão fácil e simplista, 
mas determinante, uma vez que a saúde, a segurança e a qualidade de vida – que hoje são carros-chefe da maioria dos programas de governo – estarão assegurados para aqueles que têm uma estrutura educacional adequada, um país soberano em novas fontes de energia, advindas de pesquisa no setor, e eficaz na aplicação do bem-estar geral da sua população, com um meio ambiente limpo, alimentos saudáveis e acesso a políticas que tratem a fundo temas como prevenção de doenças ao invés de tratamento dos males já instaurados. E só o incentivo a busca por soluções novas e a construção de saberes podem tratar bem aos anseios de mudança. 
 
Não digo apenas em relação aos discursos mais exaltados da boca pra fora. Mas saibamos analisar e escolher representantes que tenham um histórico no campo da inovação e do trabalho para a ciência. O Brasil precisa de pessoas com capacidade técnica para a orientação daquilo que vai ser o nosso futuro e dos nossos filhos. E a ciência é um ponto de partida para isso, como bem já provaram os melhores países em qualidade de vida, como a Suécia, o Canadá e tantos outros que são potências tecnológicas. 
 
Se hoje nossa urna eletrônica é modelo de referência em tecnologia para outros países, que os votos depositados nela também façam jus e sejam referência para estudiosos e pesquisadores estarem junto ao poder. Só assim veremos uma comunidade científica e tecnológica que nos represente, para que nossos filhos, independentes de origem popular ou não, sejam mestres, doutores e transformadores da realidade do nosso País.
 
*Renan Rigo é jornalista.

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
  • 23.10.2014 10:55 Régia Laranjeiras

    Oi Renan, Que bacana! Parabéns!

  • 03.10.2014 23:19 Eliane Barros

    Ponto de vista científico, muito bem mencionado! Trata-se do futuro para a geração que estamos cuidando..os filhos..

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351