Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Rebeca Fernandes

Quero cursar direito, e agora?

Especialista explica o passo a passo | 30.04.15 - 10:53 Quero cursar direito, e agora? (Foto: divulgação)
 
Rebeca Fernandes 
 
Goiânia - Todo mundo sonha quando criança em “ser” alguém e em ter determinada profissão. Geralmente as profissões preferidas pelas mulheres são as de médica, professora e modelo, porém, há pessoas que desde pequenas optam por profissões diferentes do comum como ser presidente, ser atriz ou talvez advogada.
 
Hoje em dia o sonho de criança se torna cada vez mais real, pois todos têm condições de estudar e ir em busca de seus objetivos independente do sexo. O mercado para as mulheres não se restringe somente a ser donas de casa, professoras e médicas, hoje é possível exercer funções que por muito tempo foram consideradas masculinas, como: delegadas, engenheiras e piloto de avião.
 
As mulheres buscam cada vez mais seu lugar nos postos de trabalho – e isso em qualquer profissão. Neste texto vamos abordar com mais ênfase a carreira na advocacia. 
 
Mulheres que optam por essa profissão buscam de forma voraz combater injustiças e lutar pelo direito das pessoas. Cursar advocacia para muitos pode ser um sonho distante e difícil, por isso daremos um passo a passo a você que pretende seguir esse caminho profissional.
 
1º Passo – Pesquisar sobre a Profissão / Curso de Direito
Pode parecer bobagem mais este item é muito importante. Antes de se matricular em uma universidade é interessante pesquisar sobre a profissão, saber onde se pode trabalhar, as tarefas e funções que serão executadas, piso salarial entre muitos outros fatores. Assim, é possível determinar se é isso mesmo que você deseja e se é uma profissão na qual você irá trabalhar para o restante de sua vida. Afinal trabalhar em algo que você não gosta não vale a pena, não é mesmo?
 
2º Passo – Qual universidade escolher?
Após ter certeza que essa é a profissão correta para você chegou a hora de escolher a universidade que você irá estudar. Pesquise bem, observe se a universidade possui certificado do MEC para o curso de Direito, se a mensalidade cabe em seu bolso e se oferece condições adequadas para sua especialização. Vale considerar também se a universidade oferece uma biblioteca com acervo considerável de livros voltados a seu curso.
 
3º Passo – Mercado de Trabalho
Após concluir seu curso de Direito o mercado estará disponível com diversas vagas a serem preenchidas. Porém, para dar inicio efetivamente na carreira é necessário prestar o exame de ordem da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Esse exame lhe dará a habilitação necessária para exercer a profissão.
 
Muitos recém-graduados têm uma espécie de insegurança em prestar este exame, pois outros candidatos já foram reprovados e aqueles que obtêm um resultado positivo no exame, informam que o questionário é bem complexo. Por essa razão há disponível em várias cidades no Brasil, instituições que oferecem cursos preparatórios para esse exame da OAB e de uma forma mais facilitada, cursos preparatórios online.
 
Para quem não quer passar por reprovações e conseguir sua habilitação, é extremamente válido investir em um curso preparatório de qualidade.
 
Para aqueles que se formaram ou ainda não conseguiram a habilitação, há vagas para vários concursos públicos no Brasil que não exigem o certificado de habilitação da OAB.
 
4º Passo: Escolha de Carreira
Para quem optou por essa profissão há várias áreas disponíveis para exercê-la, não somente em advocacia.
 
Há opções de ser tornar juiz de Direito através de Magistratura, Promotor de Justiça através de concurso público para o Ministério Público e o tão concorrido cargo de delegado para a Polícia Federal,e até cargos altos na no Concurso  PRF
 
Se você tem esse sonho o indicado é não desistir. Sendo homem ou mulher o mercado oferece opções para todos, basta estudar muito e fazer acontecer.

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351