Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Adriano Paranaiba

O presente de Natal da Dilma já chegou!

13º garante aquecimento | 29.11.11 - 19:19
Semana passada, o ministro da fazendo, Guido Mantega, anunciou que a crise financeira começou a contagiar os países emergentes. A causa do contágio, para o ministro, está relacionada com a falta de maturidade política dos dirigentes Europeus em tomar as decisões necessárias para a resolução deste quadro, pois sem resolver o problema é normal que se alastre.

Acredito que a presidente Dilma correu à uma agência dos Correios e enviou uma carta ao Polo Norte, pedindo não só um bom presente esse ano, mas, também que esse chegasse logo, mais rápido que a crise. Fábula à parte, o bom velhinho atendeu o pedido: serão injetados 118 bilhões de reais na economia, inciando já em novembro. Calma! Não se trata de empréstimo no FMI: é o 13° salário que chega para aquecer a economia. Em momento de crise internacional, nada melhor que 78 milhões de trabalhadores gastando na compra de presentes natalinos, acelerando o consumo interno.

Na crise de 2008 o Natal foi o grande salvador da economia brasileira quando a crise despencava dos EUA. Agora, com uma crise despencando do Velho Mundo, sua importância surge novamente para salvar a economia brasileira em 2011. O risco está na inadimplência, e consumir de forma consciente neste Natal pode ser essencial para garantir um bom início de 2012, tanto para o Brasil como para o bolso do cidadão. É bem verdade que o governo está anunciando um novo salário mínimo para janeiro, com incremento próximo a 3% do PIB de 2012, mas isso pode levar muita gente a gastar “sem medo de ser feliz” neste Natal, acreditando que o ano já começa com um salário mais “gordo”. Garanta o seu Natal sim, mas não esqueça de planejar os gastos que podem acumular: matrícula na escola das crianças, material escolar, IPVA, IPTU. Outro fator importante de perceber é a inflação: mesmo que sobre controle, o aumento de preços na virada do ano pode corroer muito dos planos e perspectivas de mais consumo.

Se o brasileiro consumir de forma consciente neste Natal, o consumo interno aquecerá a economia para fecharmos bem o ano de 2011, e melhor: sem a possibilidade da inadimplência sabotar a perspectiva de crescimento econômico em 2012. Isso sim será um excelente presente pra a Dilma e para cada um de nós, sem correr o perigo de passar o carnaval, cheio de dívidas e com cara de Pierrot.


Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351