Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Gerson Tertuliano

É preciso defender a Engenharia Nacional

| 06.05.15 - 09:03

Goiânia - Acompanhando de perto o cenário político versus o cenário econômico de nosso país, nos deparamos com situações conflitantes com as quais devemos nos preocupar não somente como Sindicato, mas também como cidadãos. Já no período eleitoral e posterior à posse da Presidente da República, vemos nos telejornais da mais influente rede de televisão, e nas vias de comunicação de menor penetração na sociedade, uma verdadeira desconstrução da pátria brasileira voltada para notícias catastróficas e em documentários que não apresentam uma visão geral dos fatos, mas somente seu lado negativo, principalmente os ligados à engenharia e cenário econômico, com destaque total ao Episódio Petrobrás.
 
Uma contextualização rápida do cenário atual das maiores economias do mundo - a americana, a europeia e a chinesa, mostra a melhora dos Estados Unidos, na Europa a retomada do crescimento econômico de alguns dos países em ritmo superior ao que vinha acontecendo, e na China a desaceleração que aumenta os riscos e os reflexos nas economias e mercados dependentes principalmente de commodities. Eles precisam expandir suas fronteiras de atuação e é claro tudo isto reflete aqui nos interesses destes países em penetrarem na nossa área de engenharia, mesmo que para isto tenham que demolir as empresas nacionais para desta forma entrarem com suas empresas e seus engenheiros.
 
Os tempos são outros e é importante para a retomada da confiança interna dos empresários, dos investidores e, sobretudo do povo brasileiro que nossas empresas de engenharia reconhecidas pela sua competência e potencialidade, se livrem o mais rápido possível deste envolvimento sujo nas quais tiveram envolvimento e voltem a brilhar, oferecer empregos e progresso para nosso povo e nossa nação, sob pena de se assim não fizerem, serem substituídas pela engenharia mundial que sempre esteve de olho nas nossas potencialidades.
 
Nos enche sempre de orgulho pertencermos à uma categoria profissional que tanto faz pela nação, e é por esta razão que os engenheiros têm o dever como formadores de opinião, deixar de lado o radicalismo político, e passar a noticiar também nossos avanços, nossas potencialidades, inclusive a necessidade dos ajustes necessários e cortar aquilo que for ruim. Fazendo assim com que todos nós comecemos a defender nossa engenharia e empresas, sob pena de termos uma perda extraordinária da nossa tecnologia e competência, e no final, nosso espaço no cenário nacional, ser ocupado por estrangeiros. A grande mídia nos resta a pedir, sejam um pouco patriotas e por favor não destruam a Engenharia e o país.
 


*Gerson Tertuliano
é presidente do Sindicato dos Engenheiros no Estado de Goiás (SENGE-GO) e engenheiro eletricista e de segurança do trabalho. 

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
  • 06.05.2015 10:37 Marco Antonio Assfalk de Oliveira

    Saudações, Eng. Tertuliano, Peço a gentileza de indicar como as reportagens sobre a corrupção de algumas construtoras e da Petrobrás estariam desconstruindo a engenharia brasileira e permitiriam a atuação de engenheiros estrangeiros no Brasil. Comento que para que ocorra tal atuação, exige-se que o diploma do estrangeiro engenheiro seja homologado por universidade brasileira competente. Cordialmente, Marco Antonio Assfalk de Oliveira.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351