Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Isanulfo Cordeiro

Longe daqui, aqui mesmo

Projeto Andorinhas leva Goiás para o mundo | 26.11.15 - 17:11
Goiânia - O e-mail do empresário informa que deu bom resultado a iniciativa sugerida de buscar um parceiro comercial na Espanha. A mãe aflita liga em busca de orientação: abandonada pelo marido estrangeiro e vivendo no país dele, como voltar para sua casa em Goiás levando consigo o filho recém-nascido cuja nacionalidade é a do pai? O rapaz busca socorro: a irmã morreu em um acidente doméstico no sul da Europa e a família, sem recursos, quer sepultá-la em Goiânia. O turista, desesperado, perdeu o passaporte em Miami e quer saber: tem jeito de conseguir um documento desse tipo em tempo de embarcar de volta dentro de dois dias? O repórter telefona: há algum goiano entre as vítimas do ataque terrorista em Paris?
 
Ao longo dos anos e com o apoio de instituições como o Itamaraty, a Advocacia-Geral da União e a Polícia Federal, o Gabinete de Assuntos Internacionais do governo do Estado, criado em 2001 pelo governador Marconi Perillo em seu primeiro mandato, vem atendendo diariamente casos como esses que envolvem orientação, organização e informação às centenas de milhares de goianos que vivem no exterior e, também, para incrementar exportações e importações e atrair investimentos, ao lado da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico.
 
O Projeto Andorinhas é uma das iniciativas do Gabinete. Único no Brasil, elogiado pelo Ministério das Relações Exteriores e pelas comunidades de brasileiros no exterior, o Andorinhas consiste em levar representantes do governo do Estado, do Ministério das Relações Exteriores, do Sebrae e do Banco do Brasil a convidar os goianos a investir bem, em seu próprio Estado de origem, as economias que reúnem com seu trabalho nos países em que vivem. Com ótima recepção, o projeto teve continuidade este ano em Madri e em Bruxelas, incluído que foi na missão liderada em outubro pelo goverrnador na Europa.
 
Hoje o Gabinete se soma aqui a assessorias internacionais como as da Federação das Indústrias, da Universidade Estadual, da Universidade Federal e da Pontifícia Universidade Católica de Goiás. À medida que a globalização avança e que a internacionalização das economias, das sociedades e das culturas se impõe como uma tendência e uma necessidade de todos, Goiás responde à altura e se coloca como uma unidade federativa preparada para esses desafios contemporâneos.
 
De fato, reportagem da jornalista Dayse Freitas mostrou no POPULAR (15/11) que projetos anunciados para expansão ou instalação de empresas estrangeiras e brasileiras em Goiás somam R$ 1,325 bilhão, com 14.818 empregos diretos e indiretos, e são na maioria resultado direto de missões internacionais.
 
Se as relações internacionais se intensificam e ganham complexidade com o ingresso de novos atores nesse cenário, como ONGs, sindicatos, associações civis públicas e privadas, atento às novas exigências da moderna gestão, Goiás busca sua inserção no novo espaço globalizado junto a entidades nacionais e subnacionais, organismos multilaterais e empresas transnacionais, liderando a rede de parceiros e contribuindo para o processo de integração regional.
 
De qualquer forma, constata-se hoje que o lá e o cá, o local e o global, hoje se mesclam, algo que o título de um romance de Antônio Bivar sugere, Longe daqui aqui mesmo. E que o Gabinete de Assuntos Internacionais existe como ferramenta para habilitar a participação internacional de Goiás, incisiva e qualificada, na atração de investimentos, na seleção de inovações, na busca de soluções para problemas do dia a dia e no intercâmbio cultural, educacional e de ideias.
 
 


*Isanulfo Cordeiro, jornalista, é secretário de Assuntos Internacionais do governo do Estado.

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
  • 26.11.2015 17:27 Marcos Fayad

    ...palavras...palavras...palavras...

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351