Boca Miúda  04.05.2012 21h28
Convenção do PT agendada para dia 5 de junho

Confira os bastidores da política

Surfando em onda favorável, o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), sai na frente dos outros pré-candidatos e será um dos primeiros a oficializar a candidatura à reeleição. Segundo o presidente metropolitano do partido, deputado estadual Luis Cesar Bueno, a convenção do partido está agendada para o dia 5 de junho. "A data pode ser alterada. Mas não passará das duas primeiras semanas do mês."
 
Proporcional
Na convenção o PT também decidirá sobre coligação proporcional e a respeito da chapa de candidatos a vereador.
 
Cotação
Além do PMDB, Luis Cesar explica que o PT tem discutido aliança com os outros nove partidos que apoiam Paulo Garcia. "Estamos estudando coligação que faça o maior número de vereadores possível."
 
Maioria
Luis Cesar arrisca entre 60% e 70% o índice de renovação da Câmara de Goiânia na eleição deste ano.
 
Matemática
Segundo o deputado estadual Bruno Peixoto (PMDB), PT e PMDB podem eleger até 11 vereadores juntos na chapa. "Se saírem sozinhos, PMDB faz até cinco e o PT até quatro", calcula.
 
Briga
Os vereadores Fábio Caixeta (PMN) e Djalma Araújo (PT) trocaram farpas nesta sexta-feira (4/5) por conta da coleta de assinaturas para criar uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar a relação de vereadores com o empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.
 
Defesa
Djalma acredita que Fábio Caixeta está colhendo assinaturas com o intuito de fazer com que as investigações cheguem ao Paço Municipal.
 
Interferência
Por outro lado, há quem acredite que a CEI teria influência de políticos ligados ao Palácio das Esmeraldas.

Vice
Outra tese cita a CEI no meio das discussões para indicação do vice de Paulo Garcia.
 
Moral
Secretário-geral do PHS, Eduardo Machado afirma que o secretário estadual da Casa Civil, Vilmar Rocha (PSD), é cada vez mais citado por políticos do interior.
 
Senado
Assumindo o comando de situações delicadas do governo do Estado, como a discussão com professores, Vilmar não esconde de ninguém que pretende ser candidato ao Senado em 2014.

Comente


Comentários


Publicidade

Publicidade