O Blog  18.08.2011 12h13
Por que o A Redação será um sucesso

Um novo paradigma no jornalismo de Goiás

Na noite dessa quinta-feira será o lançamento oficial do A Redação, projeto do qual orgulhosamente faço parte. A partir das 19h30, um evento só para convidados no Castro's Park Hotel irá apresentar para o mercado publicitário e formadores de opinião o primeiro jornal 100% virtual de Goiás. Não tenho a menor dúvida que esse novo veículo de comunicação será um sucesso tremendo e em breve se tornará uma referência de credibilidade. Um novo paradigma quando o assunto é jornalismo em nosso estado.
 
A primeira vez que ouvi falar do A Redação foi quando minha grande amiga e também jornalista, Fabiana Pulcineli, estava almoçando na minha casa. Ela disse que o João Unes estava com esse projeto de um jornal para a internet. Aquilo me instigou, pois sempre tive a convicção de que o futuro do jornalismo está na grande rede. Em Goiás, faltava um projeto que conciliasse a ousadia das novas perspectivas de trabalho e nomes de credibilidade, história e respeito no jornalismo. Vislumbrei no A Redação o preenchimento dessa lacuna de mercado.
 
Um amigo que trabalhou ativamente na campanha eleitoral de 2010 fez um levantamento interessante. Ele queria saber o real poder de influência dos jornais impressos no interior do Estado, com um contingente de mais de 4,5 milhões de pessoas. Ele foi pegando as principais cidades de Goiás e me passou um dado revelador: em uma cidade de cerca de 50 mil pessoas chegam cerca de 15 assinaturas de jornal impresso, em média com 75% do líder de circulação e 25% do segundo colocado. E só. Vamos supor que cada edição do jornal fique em locais públicos e circule bastante de mão em mão. Vamos pensar que dez pessoas leiam cada edição. Então, em um universo de 50 mil pessoas, 150 têm acesso ao impresso – 0,3% do total. Cá entre nós, ínfimo né? A internet é a principal forma de acesso à informação dessas pessoas. Veja o campo aberto que A Redação tem para crescer e se consolidar.
 
Além disso, na Capital, as novas gerações estão se distanciando do hábito de ler notícias no papel. Com a iminente popularização dos tablets para consumo de informações, isso vai se radicalizar ainda mais. A migração é inevitável. O A Redação está completamente alinhado com esse novo perfil e seu projeto gráfico se adapta com perfeição à leitura nos tablets e telefones celulares com acesso à internet. Ou seja, acabou aquele drama de site de jornal que não abre nem com reza brava; site de jornal que muda e muda e muda e só fica pior; site de jornal que não libera o acesso à informação.
 
Nosso desafio agora é fazer com que o excelente trabalho do A Redação chegue a esse público e que esse se fidelize, acessando nossa página várias vezes por dia para se informar em tempo real dos acontecimentos. Depois que esse hábito for internalizado e nosso endereço estiver salvo na lista de favoritos de cada navegador de Goiás, nada segura o A Redação em direção à liderança do mercado.
 
O céu é o limite.

Comente


Comentários

  • 22.08.2011 00:47 Por João Borges

    Pablo Kossa, sou leitor assíduo de sua coluna no Diário da Manhã. Agora posso acompanhá-lo mais de perto e com prazer. Vida longa! Estou navegando A REDAÇÃO a mais de 1h e agora vou dormir pois passa das 00:48h de segunda-feira (22/8/11)

  • 21.08.2011 14:50 Por Diene Batista

    Oi Pablo! Ó endereço de "A Redação" já está salvo em meus favoritos! =)

  • 19.08.2011 08:16 Por Maria Inêz

    A primeira vez que li o A Redação, tem pouco tempo, foi uma matéria da jornalista Fabrícia Hamu, sobre "O amor de pais de filhos com Síndrome de Dowm", desde então, não deixei mais de ler. Já indiquei a leitura a pessoas amigas e estou torcendo para que este lançamento oficial seja um marco de sucesso. Pois desta humilde leitora, o endereço de vocês já está na lista de favoritos. Boa sorte a toda a equipe!!!

  • 18.08.2011 20:48 Por Marcos Araken

    Faço coro, colega Pablo! E acrescento: um veiculo de comunicação que nasce digital, que não se trata de mera adaptação do conteúdo impresso, tem tudo para rapidamente consolidar-se. Mais ainda, reúne condições de se tornar um instrumento de democratização das informações em nosso Estado. Parabéns a toda a equipe!!

  • 18.08.2011 18:35 Por João Camargo Neto

    Amém.

  • 18.08.2011 12:59 Por Bia Tahan

    Salve Salve!!!


Publicidade

Publicidade