Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Sobre o Colunista

Pablo Kossa
Pablo Kossa

Jornalista, produtor cultural e mestre em Comunicação pela UFG / pablokossa@bol.com.br

O Blog

Onde tudo pode ir para o saco na Copa

Quais os riscos do Brasil dentro de campo? | 19.03.14 - 15:25
Goiânia - Ando apreensivo com a chegada da Copa do Mundo. Suas implicações sociais com o tal do legado que não teremos, os gastos públicos que estamos fazendo e que não foram combinados com o povo anteriormente (afinal, o evento nos foi vendido como a Copa da iniciativa privada, o que sabemos que não está acontecendo), a possibilidade da reedição dos protestos de junho do ano passado em 2014 e o que isso pode reverberar nas eleições de outubro são questões que me deixam com a pulga atrás da orelha.

Por outro lado, ando também pensando no que pode acontecer dentro de campo. Torço muito para que o Brasil seja campeão. Mas muito mesmo. Simpatizo com o Neymar e espero que ele se transforme em mito no Maracanã lotado para a final.

Além disso, preciso confessar que também tenho meus traumas com o Maracanzo. É viva em minha memória a descrição dolorida de meu avô sobre a fatídica final contra o Uruguai, em 1950. Ele morava no interior do Paraná e tinha quase 21 anos. Saiu do trabalho e foi para a casa de meu bisavô. Eles almoçavam enquanto ouviam o jogo pelo rádio. No momento do segundo gol uruguaio, ele não aguentou e vomitou o que estava comendo. Não sei quantas vezes ouvi essa história. Não quero ter uma similar para contar para meus netos.

Mas o que pode dar errado com nosso time? Quem pode ser o Ghiggia (autor do gol que sepultou o sonho do título brasileiro em nossa terra) de 2014? Em um esforço de elocubração, listo abaixo os cinco maiores riscos que a Seleção Brasileira corre nessa Copa do Mundo:

1) Cristiano Ronaldo – não é segredo para ninguém que a Seleção Portuguesa é um conjunto de dez caras com a camisa vermelha mais Cristiano Ronaldo. Tenho medo de que o cara devore a bola, como vem devorado, com a mesma intensidade que se interessa por participantes do Miss Bumbum. Ver o metrossexual mais talentoso do futebol mundial levantar a taça no Maracanã seria barra;

2) Argentina de Messi – diferentemente de Portugal, a Argentina tem uma equipe de respeito com um craque descomunal, Messi. Perder a Copa do Mundo para os vizinhos seria a reedição de 1950, só mudando o hermano que provocaria a tragédia;

3) Um novo Rossi ou Zidane – trombar novamente com um gringo que resolva desencantar em cima do time brasileiro seria dose. Já basta de gente que “mitou” em cima do escrete canarinho ao longo da história;

4) Ser eliminado pela França – o país da Torre Eiffel é o maior carrasco do Brasil em Copas do Mundo. Já nos tirou do torneio três vezes (1986, 1998 e 2006). Em seguida, Holanda (1974 e 2010) e Itália (1938 e 1982) são os nossos maiores algozes. Fazer com que o craque francês Franck Ribéry atinja o status de Platini ou Zidane seria dolorido;

5) Neymar se machucar e não jogar a Copa – é claro que o Brasil tem mais jogadores que podem decidir uma partida, mas é consenso que o único, digamos, diferenciado da Seleção é Neymar. Não contar com o nosso camisa 10 por conta de lesão diminuiria bastante nossa chance de levantar o caneco.

Espero sua contribuição aí nos comentários sobre quais são seus receios acerca do que pode dar errado dentro das quatro linhas, caro leitor.

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
  • 25.03.2014 20:08 João Paulo Entendedor Silveira

    Torço e rezo para que a seleção seja eliminada na primeira fase. Agora preste atenção: Eu não sou desligado do futebol, nunca fui. Posso dizer que amo o esporte. jogo duas vezes por semana, gosto de falar sobre o assunto, mas não gosto mais de assistir. já gostei. Já vibrei com o Brasil na copa. Já torci. Hoje eu juro que torço contra. Meus motivos para odiar nossa seleção são os mesmos que os seus (seja lá quem estiver lendo) porém com um tempero amargo...Eu entendo do assunto..Eu sempre entendi. Quando eu vejo a imprensa ou qualquer outra pessoa dizer que o neymar é Craque, eu fico tão fulo que se eu tivesse guelras, elas ficariam verdes. O Neymar é um produto que a imprensa inventou para descer seco na guela do povo brasileiro. É preciso inventar um ídolo.. Dá audiência. mas comigo não, eu não engulo. não desce. Eu já assisti muito fut4ebol e já vi craques em ação... Já vi a classe de Bebeto, a eficiência de Romário, as arrancadas de Ronaldo, os dribles de Denner...enfim...chega cansei de digitar.

  • 20.03.2014 13:12 zzz

    Não me identifico nada com essa porcaria de copa nem com a seleção da CBF quero mais é que o Neymar quebre as duas pernas logo no primeiro jogo. Desde a epoca do Brasil Colônia o brasil não passava por uma pilhagem tão grande quanto essa que a FIFA está fazendo

  • 19.03.2014 17:30 Polli Di Castro

    Mobilidade urbana, prevejo o caos, as capitais que vão receber a copa provavelmente passarão por momentos tensos durante todo o mundial. Espero sinceramente que nos saiamos bem, mas só da carrada de desvios já me desanimo bastante com os outros âmbitos.

Sobre o Colunista

Pablo Kossa
Pablo Kossa

Jornalista, produtor cultural e mestre em Comunicação pela UFG / pablokossa@bol.com.br

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351