Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Sobre o Colunista

Pablo Kossa
Pablo Kossa

Jornalista, produtor cultural e mestre em Comunicação pela UFG / pablokossa@bol.com.br

O Blog

A ditadura é boa para quem?

Quem ganharia com volta dos militares? | 06.11.14 - 07:50


Goiânia - Vamos fazer um exercício elucubrativo? Aproveitando a deixa dos golpistas que colocaram a cabeça para fora da toca com a reeleição de Dilma Rousseff, desafio você, esporádico leitor, a refletir o seguinte: com uma volta do regime militar, quem ganharia com isso?

Vou tentar listar alguns perfis que certamente se beneficiariam. Não vou colocar quem iria rodar, pois qualquer um decente entraria nesse rol. Gostaria que você me ajudasse nos comentários, lembrando que outras figuras teriam vantagens em uma nova ditadura militar que os lunáticos clamam.

Corruptos. Não tenho dúvidas de que essa é a primeira categoria que torce pela volta do regime militar. Depois de quase 30 anos de redemocratização que começamos a botar para funcionar os mecanismos de controle do dinheiro público que foram criados na Constituição de 1988. Sem liberdade de imprensa para divulgação de escândalos, sem autonomia de investigação por parte das polícias e promotores, sem transparência como é típico do autoritarismo, quem lesa o erário nada de braçada.

Radicais. Nada melhor para um radical do que um regime de exceção. Como o próprio Estado é arbitrário e injusto, os radicais de todos os lados se sentem legitimados para colocar seus amalucados e perigosos sonhos na prática. E o primeiro quem dança nessa história é o bom senso. Sobram tapas e faltam argumentos, sobra truculência e falta diálogo, sobra violência e falta debate. Normalmente, os radicais alinhados ideologicamente com o Governo vencem essa queda de braço e tripudiam de todas as forma possíveis a oposição.

Puxa-sacos. Aqueles que não vivem sem uma tetinha governamental do Coroné Estado adoram uma ditadura. Não precisam pular de galho em galho e passar apuros a cada quatro anos. Existe uma longa expectativa de poder. Ou seja, de continuar mamando por ali. Como não têm posicionamento ideológico algum fora o interesse próprio, esses tipinhos nefastos adoram que um truculento assuma as rédeas da coisa para que eles, alinhados de primeira ordem de qualquer um que esteja por cima da carne seca, tenham segurança de se dar bem por mais tempo.

Dá para ver que tipo de corja torce pela volta da ditadura militar, não é mesmo? Por isso é tão absurdo ver um movimento de fim claramente golpista se organizar nesse momento que deveria ser de amadurecimento da democracia brasileira, principalmente após a virulenta e disputada eleição presidencial de poucos dias atrás.

É bom que líderes do PSDB rechacem qualquer ligação com esse tipo de posicionamento antidemocrático como vêm fazendo. Não é bom para ninguém estar ao lado de golpistas e a oposição sabe disso. Já que Lobão disse em seu Facebook pessoal que discorda de qualquer tipo de golpe, deveria pensar melhor o perfil de passeatas e protestos participa. Tem um livro aí que diz que basta ver com que você anda para saber quem você é. Essa é uma dica valiosa para Lobão.


Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
  • 09.11.2014 20:19 Júlio César

    Só pra encerrar minha participação nesse negócio, Francisco, faço-te a pergunta: o que acha de pular sobre o público em shows de rock?

  • 09.11.2014 20:17 Júlio César

    Francisco, quem está gastando tempo demais no facebook e não vê o sol do lado de fora (oh, que imagem linda!) é você, ora. Se ouvisse um pouquinho mais o que o "Bolsonário" denuncia, saberia que não estamos nos acostumando com uma democracia. Estamos, isso sim, sendo governados por um partido que usa a democracia pra destruí-la desde dentro. É isso. rsrs

  • 08.11.2014 17:19 Francisco

    Pablo, parabéns por esta bela reflexão. Quem defende ditadura militar é fugitivo das aulas de História. Estas pessoas encontram nos professores: Olavo de Carvalho,Rachel Sheherazade e Bolsonário ótimos educadores para recuperarem este tempo de fuga das aulas de Humanas. Aném gente, para né!! Agora que a gente esta se acostumando com Democracia. Como tem tapado neste país, saiam do facebook um pouquinho e venham ver o sol , esta tão lindo aqui fora ! Aprenderam até a pensar livremente e com idéias próprias.

  • 07.11.2014 14:01 Júlio César

    Pergunta: os black blocs, o MST, o Pablo Kossa, o Chico Buarque, o Leonardo Boff, os que marcharam em julho de 2013 gritando que "o gigante acordou" e toda essa militância virtual da qual você deve fazer parte, por acaso, pensa com a própria cabeça ou "anda com as próprias pernas"? Quantas vezes você foi incomodar os esquerdistas dizendo que eles não estavam "andando com as próprias pernas"? Tudo o que se vê entre esses militontos é a repetição de cacoentes. Mas você, homem democrático, se preocupa com os que "repetem detalhadamente o Olavo de Carvalho". É mesmo um guardião da democracia! Parabéns, Robson!

  • 07.11.2014 13:50 Júlio César

    Robson, onde estão os argumentos? Você pode provar para quem foi computado seu voto? Depois de todo o aparelhamento do PT, da parceria com traficantes, das provas de que o PT ajuda a sustentar um regime ditatorial, dos empréstimos sigilosos para os tiranetes da América Latina, da parceria Venezuela-MST, depois de tudo isso, você se escandaliza porque algumas pessoas isoladas gritaram pela volta da ditadura no meio de uma multidão ou porque alguém pode estar imitando o Olavo de Carvalho? Por aí dá pra ter noção do seu senso de proporções. Sobre "reproduzir detalhadamente as palavras de Olavo de Carvalho", sinceramente, não vejo tantos problemas. O próprio professor sabe que adquirir os meios próprios de expressão requer o exercício árduo de imitar os melhores. Agora, "pelo pouco que acompanha dele", ainda não deu também pra perceber que você está defendendo tiranos contra um tiquinho de gente que, sem recursos, luta contra todo o estado aparelhado?

  • 07.11.2014 13:00 Robson

    Parabéns Júlio César! Reproduzir na integra os comentários do Olavo de Carvalho, vai mudar o Brasil. Pelo pouco que acompanho ele, sempre o mesmo, indaga que devemos andar com as próprias pernas e que não devemos gritar pela boca de outrem. Mas e isso ai! "Democracia e quando eu mando, quando você manda e Ditadura."

  • 07.11.2014 12:57 daiane francis cardial

    A parte revoltosa com a reeleição do PT querem impor sua insatisfação, mas sem nenhum argumento fundamentado, apenas com " quem votou no PT é burro". Cada um tem seu direito de voto,mas vamos ser menos manadas e aprender a criar uma opinião crítica de fato, sem se embasar apenas nas redes sociais. A zona de conforto é o mau da humanidade.

  • 07.11.2014 11:43 Júlio César

    Sugestões ao Sr Pablo Kossa: 1) Escrever uma peça com o título "Quem matou Celso Daniel?" e buscar aprovação numa lei de incentivo cultural. 2) Escrever ao menos um artiguinho sobre o convênio (hiper democrático) entre militares venezuelanos e o MST. 3) Escrever um artigo provando por A+B que a urna eletrônica computou o voto dele para a pessoa em quem ele votou. 4) Demonstrar por qualquer gênero literário existente (ou por inventar) que militar por uma "Pátria Grande" na América Latina é algo saudável para a democracia. Depois disso eu considerarei a hipótese de considerá-lo jornalista em vez de MAV honorário.

  • 07.11.2014 11:13 Júlio César

    Que governo democrático idolatraria Fidel e Chávez? Que partido democrático trataria compradores do Congresso (ou seja, compradores de um dos pilares da democracia) como heróis perseguidos por golpistas? Que político democrático se sentiria à vontade pra decidir os rumos da América Latina ao lado dos sequestradores das Farc? (que, aliás, é a organização que mais produz e distribui drogas no nosso continente) Talvez nossos colunistas não saibam, mas o socialismo é, por natureza, antidemocrático, uma vez que pretende unir os poderes político e econômico. É inevitável (e até importante) a existência de uma tendência socializante. Mas ceder à tendência socializante por décadas a fio sem uma força opositora relevante, é certamente adentrar num inferno sem volta. O que o regime militar fez no Brasil, perto do que fizeram em Cuba, na URSS, na China, pô, é brincadeirinha. E é isso que a geração da Dona Dilma sonhou e sonha para o Brasil. É isso que pretende o Foro de São Paulo: "recuperar na América Latina o território perdido no Leste Europeu". Se nossos jornalistas soubessem o que é, não digo Cuba, URSS ou China, mas somente a Venezuela, certamente estariam pedindo intervenção militar também. A não ser que isso fosse cortar a boquinha...

  • 07.11.2014 10:51 Julio Cesar

    Ser contra a ditadura não é ser a favor do PT, não. No entanto, o que se vê em toda a mídia é a teoria do "senta que o leão é manso". Em outras palavras, quero dizer que a maioria esmagadora dos articulistas que gastam tempo detonando os saudosistas do regime militar interpretam a situação brasileira partindo do pressuposto de que estamos numa democracia. E isso é falso. Totalmente falso. Nós não estamos numa democracia. Nossos articulistas confundem ditadura, totalitarismo ou autoritarismo com tanques na rua. Isso é de uma burrice política enciclopédica. O partido que nos governa vem desrespeitando a constituição repetidas vezes, com empréstimos internacionais fraudulentos, com participação em instituições internacionais (coisa que a lei eleitoral proíbe), compra do legislativo, com alinhamento político com ditaduras consolidadas etc. Em qualquer país sério, o PT não teria mais o direito de existir. Mas no Brasil ele não só existe, como sequer pode ser contestado. O pessoal que pede intervenção militar, no fundo, só está pedindo uma ditadura menos pior, mais envergonhada de si, e mais biodegradável. Eu seria o primeiro a reprímí-los, se visse nos nossos articulistas o desejo de expulsar do Brasil essa ditadura velada que está se consolidando. Porém, o interesse dos Pablos Kossas da vida é justamente o contrário. Eles sonham com a total cubanização do Brasil.

  • 07.11.2014 09:05 Rogério

    Tenho uma pergunta: ser contra a ditadura é ser a favor do PT?

  • 07.11.2014 00:46 José Ricardo Eterno

    "Não vou colocar quem iria rodar, pois qualquer um decente entraria nesse rol." Que estilo, hein?! Então Lula, Dilma, Dirceu, Rui Falcão, Genoíno são os seus decentes que "rodariam"?

  • 07.11.2014 00:16 Júlio César

    Quem se dá bem com o governo (hiper democrático!) do PT? 1) Corruptos: vide todo o problema do mensalão e do petrolão (o que aliás não configura somente corrupção, mas também tentativa de golpe, já que estavam comprando literalmente um dos poderes). Vide também os escândalos do Ministério do Trabalho, da Cultura, o caso Agnelo Queiroz, a Máfia dos Gafanhotos, as irregularidades no Fome Zero etc. Junte todos os casos de corrupção desde o Brasil Império e você não chegará à sem-vergonhice institucionalizada pela ditadura do PT: Porto em Cuba, Mais Médicos, empréstimos secretos... Pô, você só pode ser outro MAV disfarçado de jornalista! 2) Radicais: Não sabia que Fidel, Hugo Chávez, Maduro, Evo Morales, Black Blocs, MAV's agiam como democratas! Não percebi o embasamento democrático do PT em seus planos de controlar a imprensa. Não percebi o amor pela democracia no fato de usarem as instituições públicas pra panfletar durante a campanha nem pra queimar a reputação de adversários políticos. 3) Puxa-sacos: O que são os Paulo Henrique Amorins, os Chico Buarques, os Zé de Abreu e os Fernando Morais da vida? Não defendo a volta da ditadura. Defendo a intervenção militar prevista na Constituição, que deveria convocar novas eleições em 60 dias. O PT é filiado a uma instituição internacional, que é o Foro de São Paulo. Isso é proibido por uma lei eleitoral de 1995. A Sra Dilma fez empréstimos secretos para tiranetes da América Latina, sem consultar o Congresso. Só isso já seria motivo pra ela ter seus direitos políticos. Só um perfeito alienado como o Sr Pablo Kossa pode mesmo acreditar que vivemos numa democracia. Aliás, ele deve acreditar em tudo: urna eletrônica, que a Dilma não sabia de nada, que os guerrilheiros mortos pelos militares buscavam a democracia, que Marx entendia de economia...

  • 06.11.2014 20:02 carlos eduardo

    E os comunistas? ficaram onde, nos radicais? qualquer um com bom senso sabe que comunista quer mesmo é ditadura

  • 06.11.2014 18:38 Flavinha

    Cada dia aumenta minha vontade de morar numa ilha, isolada de tanta gente estúpida que saem por ai falando e postando asneiras, sem ter um pingo de embasamento. Quem prega a volta da ditadura, deveria assistir algumas aulas de história.

« Anterior 1 2 Próxima »

Sobre o Colunista

Pablo Kossa
Pablo Kossa

Jornalista, produtor cultural e mestre em Comunicação pela UFG / pablokossa@bol.com.br

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351