Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Sobre o Colunista

Mônica Parreira
Mônica Parreira

É jornalista graduada pela PUC Goiás / monica.parreira@aredacao.com.br

Histórias das Olimpíadas

1896: Jogos de Atenas

Maior torneio esportivo do mundo é reinventado | 11.07.16 - 13:37 1896: Jogos de Atenas Ginástica foi um dos esportes mais competidos (Foto: COI)
 
Goiânia - Não havia um local mais adequado que a Grécia para receber a primeira edição das Olimpíadas da Era Moderna. Berço dos jogos ainda no século 8 a.C., o país tornou a entrar para a história em 1896, quando recebeu representantes de 14 nações distribuídos em nove modalidades.
 
A ideia era sustentada por Pierre de Frédy, então Barão de Coubertin. Foram dois anos de entraves políticos até conseguir apoio financeiro para reinventar as Olimpíadas e assim torná-la um evento internacional periódico - a mais tradicional e importante competição esportiva que se tem notícia.
 
 
Pierre de Frédy também foi um dos responsáveis pela criação do Comitê Olímpico Internacional. É até hoje a organização que zela pelo controle das regras, modalidades, atletas e sedes olímpicas. 
 
Destaques e curiosidades
Construído em um ano e meio, o estádio feito de mármore branco, em Atenas, recebeu os jogos de 6 a 15 de abril de 1896. Acredita-se que a abertura tenha reunido pelo menos 60 mil espectadores. Os participantes eram todos homens (241) e não havia tanto rigor nos critérios para a disputa dos Jogos.
 
Um caso curioso registrado na edição foi a presença do irlandês John Plus Boland. Ele passava férias na cidade recebeu convite de um amigo que trabalhava na organização. O rapaz sagrou-se campeão individual de tênis e também na chave de duplas, com o alemão Fritz Traun.
 

Alemão Carl Schuhmann voltou para casa com quatro títulos (Foto: COI)
 
As modalidades, aliás, eram bastante restritas: atletismo, ciclismo, ginástica, esgrima, natação (disputada em mar aberto), levantamento de peso, luta olímpica, tênis e tiro. Os campeões não tiveram direito a medalha de ouro. Cada primeiro colocado levou para casa uma medalha de prata, coroa de louros e diploma. O pódio seria inventado anos depois.
 
A edição das Olimpíadas mostrou ao mundo a força esportiva dos Estados Unidos, tendo sido o país com maior número de atletas em primeiro lugar. No quadro geral, os norte-americanos ficaram em segundo lugar, com 20 medalhas. A anfitriã Grécia, que contava com grande delegação, conquistou 46. O Brasil não participou dos Jogos.  

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:

Sobre o Colunista

Mônica Parreira
Mônica Parreira

É jornalista graduada pela PUC Goiás / monica.parreira@aredacao.com.br

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351
Ver todas