Boca Miúda  28.02.2012 20h42
Marconi entrega lista de reivindicações a José Sarney

Encontro se deu em Brasília


O governador Marconi Perillo estava entre os onze governadores de diversos partidos e mais três vice-governadores que apresentaram, nesta terça-feira (28), ao presidente do Senado, José Sarney, ao presidente da Câmara dos Deputados, Marcos Maia, e aos líderes de partidos no Congresso uma lista com reivindicações de seus Estados.
 
Garantias
Marconi mostrou aos congressistas a necessidade de uma regulamentação adequada para o comércio eletrônico e enfatizou a importância do apoio de todos os parlamentares  para que a União aumente os repasses e os Estados possam, desta maneira, garantir mais qualidade para a educação e melhores salários para os profissionais do setor.
 
Preocupação
O novo piso salarial dos professores é motivo de preocupação para inúmeras prefeituras do Estado, principalmente de municípios de pequeno porte, que não terão condições de cumpri-lo.
 
Risco
A Associação Goiana de Municípios (AGM) ainda não dispõe de um levantamento detalhado quanto ao impacto que ele provocará nas finanças municipais. Mas, já se sabe que muitos municípios goianos não vão ter condições de cumprir a lei. Argumentam os prefeitos que é grande risco com um possível desequilíbrio das contas públicas.
 
Ficha Limpa
O vereador Deivison Costa (PTdoB) está com o projeto Ficha Limpa Municipal (FLM) tramitando na Câmara Municipal da capital. O FLM atinge diretamente os secretários, diretores e cargos comissionados para a administração direta e indireta municipal. Impedindo os mesmo de posse e a nomeação de servidores para cargos de alto escalão que tenham alguma pendência judicial administrativa ou penal.
 
FCO
O Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) fez mais de R$ 2 bilhões em contratações apenas no primeiro ano do governo Marconi Perillo. O número de empregos gerados também aumentou em comparação ao  ano passado, e a taxa de inadimplência diminuiu colocando Goiás como o estado do Centro-Oeste de menor índice de saldo devedor de contratados.
 
Investigação
Os vereadores de Aparecida de Goiânia, Araújo (PR) e Max Menezes (PSD) entraram com ação na terça-feira (28), junto ao Ministério Público pedindo averiguação do caso que ocorreu na Maternidade Marlene Teixeira, em Aparecida de Goiânia, quando uma mulher acabou perdendo o seu bebê por possível negligência no atendimento.
 

Comente


Comentários



Publicidade

Publicidade