Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

Jurada do Fica

Dira Paes: Discutir o meio ambiente pelo audiovisual é algo maravilhoso

Atriz visitou Tenda Multiétnica do festival | 25.06.17 - 11:15 Dira Paes: Discutir o meio ambiente pelo audiovisual é algo maravilhoso (Foto: Flávio Isaac/Fica)
 
Mônica Parreira
 
Cidade de Goiás – Na mídia ela é nacionalmente conhecida por participar de novelas ou filmes. Mas quando chegou à cidade de Goiás, na tarde de sábado (24/6), Dira Paes mostrou, de fato, como é na vida real. Com um coque improvisado nos cabelos e uma bota aparentemente confortável, a atriz visitou a Tenda Multiétnica, teve contato com os povos ali representados e participou brevemente de uma roda de conversa sobre meio ambiente. 
 
A artista foi convidada a julgar os filmes sobre água na Mostra Saneago, que está dentro da programação do 19º Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica). Ali, na antiga Vila Boa, Dira viveu a experiência de reunir duas paixões, que é o audiovisual e ações de defesa do meio ambiente. “O Fica é um festival que está discutindo um problema mundial e urgente. E o protagonista disso tudo é o ser humano”, comentou.
 
Dira nasceu no interior do Pará. Mudou-se jovem para o Rio de Janeiro, mas nunca esqueceu suas origens e nem deixou de defender ideais relacionados ao campo e aos povos que ali vivem. É uma das fundadoras da ONG Humanos Direitos, pautada por questões socioambientais, como a demarcação de terras indígenas e quilombolas. Também luta pela erradicação do trabalho escravo e da exploração infantil.  
 
Talvez seja por isso que a atriz fez tanta questão de conhecer a Tenda Multiétnica. “Quando o Fica traz essa cultura e etnia que são diferentes para os nossos olhos, eu me sinto encontrando o Brasil primeiro, o Brasil primordial. Achei o festival complementar nesse sentido, de reunir povos. A gente não pode não ouvir as pessoas que se alimentam diretamente e primariamente dessas reservas naturais. Temos que dialogar com as pessoas do campo”, defendeu.
 
Dira passou por cada barraquinha montada na Praça do Chafariz, conversou com artesãs, índios, artistas independentes. Depois participou de um debate sobre meio ambiente. Assista: 
 
(Vídeo: Mônica Parreira/A Redação)
 
No início da noite, antes de assistir aos filmes da 1ª Mostra Saneago, a atriz conversou com a imprensa no Hotel Vila Boa. Falou sobre a satisfação em participar de um festival que levanta questões que, para ela, merecem toda a atenção. “Discutir isso (meio ambiente) através do audiovisual é maravilhoso. A partir de filmes você consegue, em pouco tempo, debater casos e situações, ideias e planos que deram certo", disse.
 
Dira também defendeu a participação mais efetiva da sociedade no que diz respeito à proteção do campo. Informou que ela, assim com outros colegas artistas, levanta essa bandeira. “Quero que todos nossos os esforços caminhem por uma questão estrutural, que a gente possa apoiar leis que estão tramitando no Congresso, que os códigos sejam revistos, que a gente pense na necessidade da reforma agrária. Isso não é uma questão partidária, mas uma questão urgente da sociedade”, concluiu. 
 

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351