Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

Na Illuminato

Exposição fotográfica reúne obras nacionais e internacionais

Mostra será aberta nesta quarta (9) | 08.08.17 - 12:37 Exposição fotográfica reúne obras nacionais e internacionais (Foto: divulgação)

A Redação

Goiânia
- A Room 8 e a Illuminato promovem a exposição fotográfica Art + Light, que será aberta nesta quarta-feira (9/8) e fica até o dia 12 de agosto, na Illuminato, com visitação das 9 às 18 horas. 
 
A mostra reúne trabalhos de artistas brasileiros e internacionais e vai funcionar na Rua 1127, esquina com a Rua 1128, nº 350, no Setor Marista. 
 
Anna Guilhermina, Beatrice Hug, Bill Phelps, Camila Gama são alguns dos fotógrados com obras expostas.

Anna Guilhermina
Anna Guilhermina Baglioni nasceu em São Paulo e morou por cinco anos
no Rio de Janeiro. Formada em arquitetura e urbanismo, sempre enxergou além das linhas e através dos traços que formam objetos e paisagens. Com os anos foi descobrindo que sua grande paixão era o olhar. Através da fotografia conseguiu expressar sua forma de ver o mundo. Num caminho de
pesquisa, onde só a fotografia já não era suficiente, a artista começou a explorar o universo tridimensional da imagem. Em seus experimentos,
surgiram novas formas compostas exploradas através de materiais com a
madeira, o acrílico e o vidro trazendo com isso uma nova linguagem ao seu
trabalho.
 
Beatrice Hug
“A energia da cor é a minha grande paixão”. Artista de origem alemã Beatrice Hug realiza experimentos refinados para atingir suas combinações mágicas de luz e cores. Consegue revelar em suas obras, superfícies vibrantes que colocam o elemento da cor como expressão de emoção. A transposição de luminosidade e cores formadas em suas composições abstratas instigam nossos sentidos nos convidando a embarcar num mundo de sonho, fantasia e emoção que desafiam nossa percepção. Beatrice estudou pintura e fotografia e trabalhou como editora de moda para as revistas VOGUE e ELLE alemã. Suas fotografias são um ótimo exemplo onde o tema fotografado é criado inteiramente pela própria artista através de composições que combinam luz e estruturas transparentes e coloridas. 1961 nasce em Singen, Alemanha. Atualmente mora na França
 
Bernhard Edmaier
Já formado em engenharia civil e geologia antes de tornar-se fotógrafo
profissional, Bernhard Edmaier se viu fascinado pela beleza da natureza,
pela diferença de cores e texturas. Após completados seus estudos em
fotografia, abriu em 1922 a agência de fotografia Geophot-Bilder der Erde.
Movido pelo interesse em fenômenos naturais, o fotógrafo viaja pelo mundo
juntamente com sua equipe em busca de lugares desertos e de difícil
acesso, angariando material para seus livros científicos e outros projetos de
teor semelhante.
 
Como grande parte dos locais fotografados por Edmeier são inacessíveis e
com condições bastante severas, uma cautelosa pesquisa sobre a área em
questão é feita para garantir o melhor resultado das imagens. Semanas de
trabalho duro são gastas em análise de mapas, estudo da área através de
satélites, planejamento de cada minuto da expedição, meios de transporte e
equipamentos necessários. Só então é escolhida a câmera de trabalho mais
adequada, ja que as fotografias são feitas sem filtros de cor ou nenhum tipo
de manipulação digital. Como resultado desse minucioso processo surgem
imagens impactantes e surreais.
 
A audácia e técnica de Edmaier podem ser melhor admiradas nos premiados
catálogos ‘GeoArt Deutschland’, ‘EarthSong’ e ‘Patterns of the Earth’.
1957 Nasce em Munique, Alemanha
 
Bill Phelps
Auto didata, o norte-americano Bill Phelps ja trabalhou no campo da moda, retrato e paisagem. Sua fonte de inspiração é bem variada, indo da mitologia e fotografia científica as artes e ao cinema. Suas imagens são ousadas, sensuais, chiques e sofisticadas e criam novos cenários de beleza que parecem estar suspensos no tempo e no espaço.
 
A qualidade e habilidade técnica inerentes em seu trabalho renderam ao fotógrafo prêmios como o The World Press Grand Prize for Portraits e o Lucie Awards for Fine Art. Fotografou para a Harley Davidson produzindo as imagens mais cativantes ja usadas em campanha pela marca. Aliás, a figura da motocicleta é tema constante em seu trabalho e as que aparecem em suas fotografias fazem parte da coleção pessoal do artista! 1965 Nasce em St. Paul Minnesota, EUA. Atualmente mora em Mineapolis, EUA
 
Camila Gama
Camila Gama formada em arquitetura e urbanismo sempre teve paixão
pelas artes plásticas e fotografia; até resolver dedicar-se completamente a
sua paixão, deixando a arquitetura em segundo plano. Sempre buscando novas técnicas e inspirações, vai variando suas series de acordo com inspirações externas, como viagens e vida urbana. Seu rabalho consiste principalmente no estudo da cor, mesmo quando ela não esta presente, como por exemplo a serie da África que se apresenta somente em pretos e brancos estudando somente formas e texturas com ângulos não convencionais dos animais.
 
Já a serie Urban esta completamente inspirada na vida urbana e grafites,
com interferências em spray e desenhos ultrarrealistas feitos em papel e
grafite e recortes inusitados. O resultados apresenta-se bem interessante,
as edições com inferência são únicas.
 
Já as series Construtivista e Portas refere-se à base de arquitetura que
esteve sempre presente na vida da artista/fotografa/arquiteta. A série
construtivista com ângulos inusitados de edificações e ausência de cor
remete a imagens minimalistas e decorativas. Já a serie de portas busca o
fetiche das portas não convencionais pelo mundo, explorando cores e
texturas. 1985 nasce em São Paulo, SP.
 
Carol Milano
Carol Milano é Brasileira, Paulistana e vive hoje nos Estados Unidos. Começou sua jornada como fotógrafa em 2008 depois que deixou para traz sua primeira profissão, a Engenharia Civil. Para ela fotografia foi o encontro da Arte com a Matemática, suas duas paixões. Essa combinação pode ser encontrada em suas obras, onde procura a harmonia entre o belo e o exato, como na série Flow onde o foco principal é apenas um eixo de uma imagem replicado diversas vezes e criando obras abstratas, porém com 100% de
sua essência inicial. 198 nasce em São Paulo – SP
Atualmente mora em Miami
 
Fabiano Al Makul
Fabiano Al Makul, paulistano, empresário e fotógrafo, iniciou a carreira através da exposição individual ELEMENTOS EM COR, realizada em São Paulo, onde logo retratou sua paixão pelas cores e elementos em cenas simples ou mesmo num espectro mais amplo. Em seu trabalho procura manifestar num contexto poético a sutileza do detalhe de uma cena que normalmente passaria desapercebida.
 
Expressa sua alma em cenas do cotidiano, e destaca sua paixão pelas cores que conectam situações distintas através de Polípticos Para Ti... Estudos apontam que a cidade de Paraty foi urbanizada no século XVIII pelos mac?ons, que pintavam as portas e janelas de azul horte?ncia. Com o tempo, a simbologia e as cores passaram a fazer parte do cenário da cidade. Minha obra tem se destacado pela intensa pesquisa de cores e a paixão pela cena singela. Sempre que vou a Paraty, sinto enorme encanto pelo “ gesto” que se ve? ali.
 
Um colorido mágico em fachadas preservadas, poesia nas paredes, cores e flores, a casa da “tal e tal”... Vejo muita alma nesse cenário, algo que remete ao amor, ao cuidado, a alguém o tempo todo. 1973 nasce em São Paulo - SP
 
Gray Malin
Desde que abandonou uma proeminente carreira na indústria cinematográfica Gray Malin vem encantando arquitetos, designers, celebridades e pessoas do mundo inteiro com suas fotografias divertidas, despretenciosas e sedutoras. Em sua série ‘Up and Away’, Malin busca exaltar o efeito simbólico do balão de trazer alegria e felicidade na vida das pessoas. A série começou em Paris, na frente da Torre Eifell com balões vermelhos, aonde pessoas paravam e ficam olhando e sorrindo.
 
A série cresceu a partir da vontade de disseminar mais este sentimento através da inserção de diferentes formas de balões em paisagens inusitadas.
Fotografias aéreas do Brasil, Austrália e Estados Unidos compõem a série ‘A La Plage A La Piscine’. Pessoas, objetos e paisagens tornam-se padrões e texturas quando colocadas sob nova perspectiva. Nasce em Dallas, Texas, EUA Atualmente mora em West Hollywood, Califórnia, EUA
 
 
Giovanna Nucci
Catarinense, Giovanna Nucci vive e trabalha em Sao Paulo. Com o olhar atento de quem procura algo além do convencional, inovou ao levar para fotografia artística sua influência gráfica advinda de sua paixão pela arquitetura, especialmente pela escola Bauhaus. Seu trabalho em sua maioria paisagístico prima pela forma e tem seu foco ora no urbano ora na natureza. O homem raramente é o protagonista de seus trabalhos, apesar de desenvolver um trabalho com corpos femininos que ao serem contemplados se tornam também formas, desta vez orgânicas. Tem dois livros publicados; "São Paulo, cada um conta sua história" - 2011 e "Rio Estado de esporte" - 2012. No circuito das artes atua expondo nacional e internacionalmente, participando ativamente de um momento importante da arte no Brasil especialmente da fotografia, em mostras individuais e coletivas.
Natural de Santa Catarina. Mora atualmente em São Paulo
 
Guilherme Ghisoni
Guilherme Ghisoni nascido em Santa Catarina, mora em Goiânia, ministra cursos sobre filosofia da linguagem, do tempo, da memória e da fotografia. Ao longo de sua formação filosófica, a relação entre fotografia e filosofia constituiu uma via de mão dupla. Nos ensaios fotográficos exploro visualmente os temas de minha pesquisa filosófica e o interesse em determinadas propostas estéticas fotográficas nutre o questionamento acerca de suas bases filosóficas. Atualmente, sua pesquisa acadêmica e produção fotográfica são indissociáveis. Busca, principalmente, explorar a relação entre tempo, linguagem e memória, tomando a fotografia como horizonte desta reflexão. 1976 nasce em Tubarão Santa Catarina. Atualmente mora em Goiânia
 
Ines Antich
Fotógrafa desde 2007, especializada em Arquitetura e Interiores. Viaja para os mais remotos lugares trazendo através do seu olhar, as esculturas da natureza. Trabalha muito com as cores e nesta série "DANÇA COM CORES", desenvolve movimentos, fotografando nuvens em lugares onde o vento é muito forte, tornando-as muito, muito suaves. Esta série foi feita na Patagônia Argentina e Chilena. Procura transmitir, através da união desta
leveza com as cores do Espectro Visível - Arco-Iris, as mais diversas emoções. Nasceu na Argentina. Atualmente mora em São Paulo
 
Marcelo Costa
Marcelo Costa é um cronista de temas cro?nicos. Orbitam em sua obra o vazio, o tempo morto, a diapasão continua dos entreatos que soterram o pulso da vida. Esse nada, porém, requer muito esforço físico para ser realizado. O artista performa e se autorretrata criando personagens de sí próprio. Seres mecanizados, robotizados e anônimos, que mais agem do que
pensam. Auto?matos. Um excesso de movimento que resulta em quase nada. Muito movimento para pouca expressão. É através deles, que o autor nos convida a refletir, com certa dose de escárnio e ironia, nossos incessantes gestos cotidianos. 1968 nasce em São Paulo, SP
 
Marcelo Penna
Marcelo Penna é paulistano, fotógrafo e engenheiro. Seu olhar volta-se para o cotidiano, a espontaneidade das formas e reflete sobre os detalhes que não merecem passar despercebidos. Na geometria que se constrói nas ruas, museus, campos traça sua linguagem própria, em busca de expressão. Vive com sua câmera ao lado para que as oportunidades não o percam de vista. 1980 nasce São Paulo - SP
 
Nicole Holz
Nascida em 1971, Nicole trabalhou como fotógrafa independente em Frankfurt, na Alemanha. Ainda criança, descobriu a fotografia usando uma Pentax. Seu trabalho artístico é prioritariamente baseado em séries que retratam a natureza e paisagens. Ela já exibiu suas fotografias em eventos culturais e artísticos na Alemanha e participou, em 2015, de uma feira internacional em São Paulo. 

Tina Alcantara Machado
Tina Alacantara Machado é fotógrafa e artista visual. Sua obra explora o contrates das cores e a oposição entre o preto e o branco. Formada na School of Visual Arts, em Nova Iorque, também fez cursos com renomados fotógrafos – tais como Bob Wolfenson, Romulo Fialdini e Camia Butcher. Morou em Paris aonde apronfudou seu contato com a fotgrafia e particpou de exposicoes e publicacoes em jornais. Têm trabalhos publicados nos jornais O Globo e O Estado de São Paulo e nas revistas RG, Joyce Pascowitch e Vogue Brasil. 1965 nasce em São Paulo - SP
 

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351