Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

ATÉ 9 DE SETEMBRO

Chef leva comida de raiz para Mostra Morar Mais por Menos, em Goiânia

Pedro Ernesto buscou inspiração na infância | 22.08.17 - 16:24 Chef leva comida de raiz para Mostra Morar Mais por Menos, em Goiânia (Foto: Divulgação)

A Redação

Goiânia -
Quem visitar a Mostra Morar Mais por Menos, em Goiânia, que vai até o dia 9 de setembro, poderá conhecer de perto o trabalho desenvolvido pelo chef Pedro Ernesto à frente do Bistrô Rutique e do Baa’ Art - restaurante e bar que integram a edição 2017 da exposição de decoração e design de interiores. 
 
Este é o terceiro ano que o chef Pedro Ernesto firma parceria com os realizadores da Mostra em Goiás. Para desenvolver o cardápio, ele foi buscar inspiração no seu passado, vivido em torno das panelas fervilhantes da avó Luísa e da mãe Maria. “Elaborei um cardápio para quem gosta de comer bem. Trouxe para ele pratos típicos da comida de origem, a tradicional comida de raiz, que é o estilo que mais me identifico”, conta.
 
São destaques do cardápio pimenta recheada com carne marinada e mel; pamonha à moda da Maria e bolinho de feijão com requeijão moreno entre os petiscos. Como pratos principais estão o risoto de banana da terra com gorgonzola; massa de folia de reis (spaguette ao sugo com porpeta), carne suína na lata, entre demais opções. E para sobremesa, a clássica ambrosia, que nesta releitura ganhou adição de leite ninho.


(Foto: Divulgação)
 
Todo o cardápio foi desenvolvido para ser harmonizado com os mais de dez estilos da Cerveja Artesanal Colombina, que pelo terceiro ano é a bebida oficial do evento. Cada um dos petiscos, entradas, pratos principais e sobremesas possuem a indicação da Colombina que melhor o acompanha, possibilitando a degustação mais acertada a evidenciar os sabores do prato degustado.
 
Conhecida por trazer como ingredientes da cerveja frutos exóticos do Cerrado brasileiro, a Colombina tem enriquecido receitas clássicas do universo cervejeiro, com aromas e sabores típicos do Centro-Oeste. Pequi, pimenta bode, baunilha do cerrado, baru, articum e cagaita são alguns dos frutos e condimentos escolhidos para dar ainda mais sabor à bebida.
 
Conforme explica o sommelier de cervejas, Alberto Nascimento, ao promover a harmonização correta entre o prato e a bebida escolhida, é possível evidenciar em sua totalidade os sabores impressos no prato degustado. 
 
“Investimos fortemente no conceito de harmonização da cerveja com os pratos, pois queremos proporcionar uma experiência completa aos clientes. Além disso, a cerveja artesanal prima pela degustação da bebida, ao invés do ato de beber meramente pela embriaguês. Portanto, esse tipo de parceria engrandece tanto ao chef que idealiza os pratos, quanto a Cerveja Colombina, por nos possibilitar atingir nosso principal objetivo”, enaltece Alberto Nascimento.
 
Sobre o chef
Pedro Ernesto possui sua primeira formação em Engenharia da Computação. Após a faculdade, morou por dois anos na Inglaterra, em busca de aprimoramento da língua inglesa. Lá, teve oportunidade de trabalhar em um restaurante e colocar em prática seus conhecimentos sobre quitutes brasileiros, aprendidos desde cedo com a avó, com quem passava grande parte de seu tempo na infância. “Aos nove anos, já amassava pão de queijo”, recorda.


(Foto: Divulgação)
 
Em troca, aprendeu pratos típicos da gastronomia inglesa como o fish and chips (peixe com fritas), e descobriu o gosto pela cozinha profissional. Ao retornar ao Brasil, Pedro Ernesto ingressou em um curso de cozinha para se profissionalizar e adotar a carreira como primeira opção. Há três anos, ele é o chef do Restaurante Rosas Cozinha e Sentimentos; e ainda comanda seu próprio buffet. 
 
“Investi em algo que me traz uma satisfação sem tamanho. Para mim, a comida sempre esteve associada aos melhores momentos da minha vida, onde aprendi receitas com pessoas muito importantes para o meu crescimento pessoal. A comida está associada à celebração, portanto cozinho para que as pessoas possam sentir como se estivessem em uma verdadeira confraternização ao redor da mesa”, compara Pedro Ernesto.   
 
Sobre a Cerveja Colombina
A cerveja Colombina, lançada em fevereiro de 2014, tornou-se a primeira cerveja artesanal a ser produzida em Goiás e a elevar o patamar da produção cervejeira regional, ao investir em uma variedade de lúpulos, leveduras e maltes nobres, e inserir processos diferenciados, em alguns casos.
 
Além disso, a nova experiência da produção artesanal cervejeira foi enriquecida pela ideia bem sucedida de se combinar diferentes frutos do cerrado e ingredientes característicos da região na composição das receitas da bebida. Desde a sua criação, a Colombina enriqueceu seu portfólio com mais de dez diferentes estilos, combinando os seguintes ingredientes regionais em sua formulação: castanha de baru, baunilha do cerrado, mutamba, pimenta bode, pequi, murici, cagaita e jabuticaba. 
 
Em seus três anos de história, a marca Colombina passou de um pequeno projeto dentro da Cervejaria Goyaz, para se tornar a principal marca produzida dentro da empresa, ocupando todo o espaço que antes era dedicado à produção do chopp pilsen. Além disso, já arrematou três medalhas durante o Festival Brasileiro da Cerveja, o maior da América Latina, e um dos três maiores do mundo.
 

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351