Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

nesta sexta-feira (25/8)

Recitais Vilaboenses homenageia musicistas de renome em Goiás

A entrada é franca | 23.08.17 - 19:15
A Redação

Goiânia -
As musicistas Darcília Amorim e Maria Augusta Calado são as homenageadas da quarta edição dos Recitais Vilaboenses  2017, que será realizada nesta sexta-feira, 25/8, no Palácio Conde dos Arcos, na cidade de Goiás. O espetáculo começa às 20 horas e tem entrada gratuita. O evento será marcado também com o lançamento do livro Mestra e guia: a Catedral de Sant'Ana e as devoções de Darcília Amorim, dos escritores Clóvis Carvalho Brito e Rafael Lino Rosa, obra que trata sobre uma das homenageadas da noite.
 
O repertorio do recital é composto por músicas sacra e modinhas, e será interpretado pelo Duo Terra Brasilis. No programa estão peças dos compositores J.S. Bach, Fernando Cupertino, Pe. Fausto Santa Catarina, Antônio Félix de Bulhões Jardim, Aurora Tocantins e Luiz do Couto, Luigi Bonfi, além de obras de autores anônimos.
 
A série de Recitais Vilaboenses é um projeto da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) em parceria com a Escola de Música da Universidade Federal de Goiás (Emac-UFG). O objetivo da iniciativa é homenagear importantes personalidades do cenário artístico goiano. O evento ocorre toda última sexta-feira de cada mês, proporcionando ao público espetáculos de qualidade e gratuitos.
 
Intérpretes
O Duo Terra Brasilis é formado pelo barítono Fernando Cupertino e pela pianista Consuelo Quireze. Os músicos atuam desde 2003 e já se apresentaram em salas de concerto do Brasil e do exterior (Canadá, França e Portugal), divulgando a música brasileira de concerto. Consuelo Quireze foi aluna de piano de Maria Augusta Calado. Fernando Cupertino estudou com Tarsila Amorim, substituindo-a na direção do Coro da Catedral de Sant'Ana, da cidade de Goiás, em seus últimos anos de vida. Ambos possuem mestrado em Música, pela Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás, onde atuam como professores.
 
Homenageadas
Darcília Amorim aprendeu Música, Canto e Regência, sobretudo, com sua tia Adelaide Sócrates, a quem sucedeu na direção do Coro da Igreja de Nossa Senhora da Boa Morte, do qual já participava desde muito jovem. Foi responsável pelo ensino da música, especialmente da música sacra, na cidade de Goiás, até o fim de sua vida. Formou e estimulou vários cantores, músicos e agremiações musicais na defesa das tradições e na preservação e divulgação da música vilaboense. Colaborou com vários pesquisadores e musicólogos, sempre no intuito de fazer conhecidos os valores artístico-culturais da antiga capital goiana.
 
Maria Augusta Calado de Saloma Rodrigues é pesquisadora, musicóloga e folclorista. É graduada em Piano, doutorada em Música e Livre Docente pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), graduou-se em Canto e especializou-se em Folclore Musical. Maria Augusta mantém uma estreita relação com a cidade de Goiás, onde desenvolveu muitas de suas pesquisas musicológicas que resultaram em farta discografia, com destaque para  A Semana Santa da Cidade de Goiás, Cantos de Presépio e  Modinhas Goianas, além do livro "A modinha em Vila Boa de Goiás".
 
Anote
Recitais Vilaboenses
Data: Sexta-feira, 25/8
Local: Palácio Conde dos Arcos, cidade de Goiás
Entrada gratuita

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351