Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

DIA 22 DE JANEIRO

Diogo Granato mistura Parkour com Dança Acrobática em Goiânia

Confira entrevista com o artista | 15.01.18 - 16:53 Diogo Granato mistura Parkour com Dança Acrobática em Goiânia Diogo Granato (Foto: Divulgação)
A Redação
 
Goiânia – Dança acrobática, parkour e improviso cênico. Tudo junto e misturado. Esta é a proposta de Diogo Granato, o primeiro convidado do Coletivo PlanoP para execução do projeto #Plural. Com duração de 6 meses e diversos convidados de renome, o projeto começa no dia 22 de janeiro e conta com eventos abertos à comunidade.
 
Diogo é criador e intérprete de solos de Dança-Teatro como “Aretha”, que foi eleito o melhor intérprete de 2006, pela Associação Paulista de Críticos de Arte, e “Seis Sentidos?”, que encerrou o “Intransit Festival” em Berlim. O artista vem a Goiânia a convite do Coletivo PlanoP, coordenado por Gabriel Cortês, Gleysson Moreira, Guilherme Monteiro e Nilo Martins, para abrir a programação do Projeto #plural. 
 
O projeto, que é contemplado pelo Fundo Estadual de Arte e Cultura de Goiás 2016 junto à Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), pretende inserir a dança em espaços públicos além de garantir um estudo ligando dança às novas tecnologias. O Jornal A Redação entrevistou Diogo Granato e a íntegra você confere a seguir:
 
A Redação: Como será o trabalho realizado no projeto #plural e quais são as suas expectativas?
Diogo: Quero trabalhar improviso cênico, parkour, dança acrobática, misturar muita informação, desconstruir, reconstruir. Quero dificultar e complexificar tudo que eu puder... como diria Tom Zé: explicando pra confundir e confundindo para esclarecer.
 
AR: Como é que misturamos dança acrobática e Parkour? 
Diogo: A mistura de dança com parkour é algo absolutamente natural pra mim. Eu já fazia isso antes de conhecer a técnica francesa, conhecida como parkour. Trabalho com a ideia de que cada intérprete deve misturar todo seu histórico corporal para criar sua dança. Dança com parkour mistura bem pra quem gosta.
 

(Foto: Divulgação) 
 
AR: Como é que a arte transforma pessoas no seu ponto de vista? 
Diogo: A arte transforma cada indivíduo de forma diferente. E isso é um fato para o artista e para o público, mas eu acho que o mais importante da arte não é transformar, e sim a sensação de encantamento que faz você se questionar sobre o quanto você se dedicou à sua experiência de vida.
 
AR: O que os participantes podem esperar de Diogo Granato? 
Diogo: Não faço a menor ideia. Nem eu sei o que posso esperar desse cara.
 
Cronograma:
 
24/1 - Quarta tem dança na UFG
25/01 - Aula aberta - Inscrições no local a partir das 17h30
Das 18h30 às 20h
Valor: inteira R$ 20 e meia R$ 10
Local: Praça do Centopéia - Wilton Valente Chaves (Av. Cora Coralina St. Sul, entre as ruas Olinto Manso Pereira e 84 A)
 
26/01 – casAcorpO – 4 anos PlanoP+CasACorpO
•         Jam de Contato e Improvisação
•         19h30 – na casAcorpO
 
27 e 28/01 - Workshop Contato improvisação PlanoP+CasACorpO
Das 15h30 às 18h30
 
28/01 - Work in progress 20h  PlanoP+CasACorpO
Jam após a performance
Praça do Centopéia - Wilton Valente Chaves (Av. Cora Coralina St. Sul, entre as ruas Olinto Manso Pereira e 84 A) 
 

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351