Brasileirão  19.05.2012 09h04
Palmeiras faz estreia em casa sem ter a força máxima

Jogo é contra Portuguesa


O Palmeiras estreia neste sábado no Brasileirão, a partir das 18h30, contra a Portuguesa, no Pacaembu, ainda sem saber quais serão suas reais pretensões na competição. O título, óbvio, é o objetivo a ser alcançado, mas a participação palmeirense na Copa do Brasil é que ditará o rumo no campeonato que se inicia agora.

 

Se vencer a Copa do Brasil, o Palmeiras disputará um Brasileirão sem pressão e até com boas chances de título. Afinal, todos sabem, e o técnico Felipão não se cansa de falar, que um dos principais problemas da equipe está no fator psicológico, sendo que o elenco palmeirense não tem funcionado bem nos últimos anos quando está pressionado.

Agora, se perder a Copa do Brasil, na qual está nas quartas de final - enfrenta o Atlético-PR na quarta-feira -, terá um peso extra sobre os ombros para conquistar ao menos uma vaga na Libertadores durante o Brasileirão. No atual momento, nem Felipão coloca seu time como um dos favoritos. E a explicação está na montagem do elenco: faltam peças de reposição.

Como a janela de transferência do futebol exterior só abre em junho, o Palmeiras ainda vai esperar um pouco para se reforçar. Thiago Ribeiro, Obina, Eder Luis e Fellipe Bastos são alguns dos nomes que o treinador aguarda, com a promessa de que pelo menos um deles vai chegar.

Por enquanto, Felipão vai ter de se contentar com o que tem. E, como ele mesmo prioriza a Copa do Brasil, resolveu poupar dois jogadores que são fundamentais no seu esquema tático: o meia Valdivia e o volante Marcos Assunção nem foram relacionados para o jogo deste sábado. Assim como o zagueiro Román (convocado para a seleção paraguaia) e o novato atacante Betinho (apresentado nesta sexta-feira).

Time 
Felipão deve colocar o Palmeiras no ataque contra a Lusa e promover a estreia de Felipe, que se destacou pelo Mogi Mirim no Campeonato Paulista. O jovem meia deve ter sua primeira chance no time, ao lado de Daniel Carvalho no meio-de-campo, e espera convencer que, desta vez, merece ficar no clube. (Agência Estado)

Comente


Comentários



Publicidade

Publicidade