Crise   09.02.2012 17h04
Roberto Cavalo aceita proposta do Oeste e não é mais técnico do Vila

Treinador vai para o Oeste de Itápolis (SP)


Jairo Macedo

Roberto Cavalo não é mais o técnico do Vila Nova. Dispensado o diretor Jair Rabelo no começo da semana, foi a vez do treinador, o outro lado de um cabo de força que vem complicando a vida do Tigrão. Cavalo recebeu uma proposta do Oeste de Itápolis, equipe paulista que hoje é lanterna do campeonato daquele estado.

Mesmo com a diretoria do clube paulista confirmando o interesse, o presidente colorado Eduardo Barbosa procurou conversar com Roberto Cavalo para que ele permanecesse no cargo. Nesta tarde de quinta-feira (9/2), treinador e presidente conversaram, mas não chegaram a um acordo. Cavalo pediu demissão. Ele viaja nesta sexta-feira (10) para o interior de São Paulo e, na sua ausência, seu irmão e assistente técnico, apelidado de "Cavalinho", deve assumir interinamente.

Com a decisão, Cavalo encerra o segundo ciclo no Vila Nova. Ou será o terceiro? Ele esteve no OBA em 2010 e retornou em 2011. Nesta segunda passagem, chegou a ser desligado do clube, mas a diretoria colorada, sob novo comando de Eduardo Barbosa, trouxe o treinador antes mesmo que ele se fosse de fato.

Em 15 jogos em competições no comando do Tigrão, Roberto Cavalo venceu apenas três vezes, empatou outras três e perdeu nove partidas. Ele deixa o clube em um momento delicado. Após um empate contra o Itumbiara na quarta-feira (9), o Vila Nova amarga apenas a 6ª posição no Campeonato Goiano e tem pela frente um clássico contra o Atlético, no próximo sábado (11), às 17h, no Serra Dourada.

Comente


Comentários



Publicidade

Publicidade