Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

Mudanças

Após derrota no clássico, Santos demite técnico Dorival Júnior

Elano assume interinamente | 04.06.17 - 19:30 Após derrota no clássico, Santos demite técnico Dorival Júnior (Foto: Estadão Conteúdo)
São Paulo - A derrota no clássico para o Corinthians por 2 a 0, no último sábado (3/6), em São Paulo, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, teve sérias consequências no Santos. Neste domingo (4), em comunicado publicado em seu site oficial, o clube anunciou a demissão do técnico Dorival Júnior.

Mais longevo treinador entre os clubes da Série A, Dorival Júnior vinha sofrendo pressão nas últimas semanas devido a uma série de resultados inconsistentes, além de não conseguir estabelecer um padrão de jogo. O ex-jogador Elano, que passou a integrar a comissão técnica no início do ano, assumirá interinamente o comando do time.

"Dorival Júnior não é mais técnico do Santos Futebol Clube. Diretoria e treinador entraram em comum acordo para o desligamento do profissional", informou o clube. "O ex-camisa 11 Elano, que no início desta temporada passou a integrar a comissão técnica permanente do Santos FC como auxiliar técnico, assume a equipe santista interinamente". Dorival Júnior chegou em julho de 2015 e, em pouco menos de dois anos, conquistou o Campeonato Paulista em 2016, foi vice da Copa do Brasil em 2015 e do Campeonato Brasileiro em 2016. Campanhas que o fizeram entrar com grande moral para este ano, especialmente porque montou times com menos investimentos do que os principais adversários.

Mas, em 2017, após o Santos gastar com alguns reforços como o zagueiro Cleber e o atacante Bruno Henrique, a equipe não engrenou. No Paulistão, por exemplo, foi eliminada nas quartas de final para a Ponte Preta, após correr sério risco de não passar da primeira fase. E, no Brasileirão, somou apenas três pontos em quatro partidas.

Dorival Júnior, assim, não resistiu à forte pressão e acabou demitido do Santos. Considerando também a sua passagem em 2010, ele soma 189 jogos pelo clube - é o sétimo que mais comandou a equipe - e apresenta um retrospecto de 111 vitórias, 34 empates e 44 derrotas. (Agência Estado)

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351