Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

Futebol

Após levar 3 a 0, Palmeiras arranca empate com Cruzeiro pela Copa do Brasil

Decisão será em Minas Gerais | 29.06.17 - 00:03 Após levar 3 a 0, Palmeiras arranca empate com Cruzeiro pela Copa do Brasil (Foto: divulgação)A Redação

São Paulo -
O maluco roteiro da partida entre Palmeiras e Cruzeiro, nesta quarta-feira (28/,) no Allianz Parque, permite dizer que o time paulista "ganhou" um jogo por 3 a 3. A análise não é exagero para quem, em casa, pelo confronto de ida das quartas de final da Copa do Brasil, levou três gols no primeiro tempo e conseguiu diminuir o desastre na etapa final e sair aplaudido.

O placar de um dos jogos mais movimentados do ano no futebol brasileiro deixou o confronto em aberto para a volta, no Mineirão, no dia 26 de julho. Afinal, tanto o Cruzeiro vai confiante pelo empate fora de casa quanto o Palmeiras está fortalecido pela reação sensacional conseguida na marra. Logo após ter conquistado três vitórias consecutivas, o Palmeiras entrou confiante em campo e saiu arrasado do primeiro tempo contra o Cruzeiro. Foram três gols em 30 minutos.

Poderiam ter sido mais, pela liberdade dada a Thiago Neves para criar, a desorganização da defesa e a inércia de quem se viu em desvantagem pelo pleno domínio adversário. Após presenciar contra-ataques em que a defesa do Palmeiras estava em menor número e ver as duas laterais como convite à mais sufoco, a torcida não se aguentou. As vaias dominaram e o técnico Cuca fez uma alteração mais para tentar fechar os espaços. Os gols de Thiago Neves, Robinho e Alisson fizeram Fabiano sair aos 30 minutos.

Egídio entrou para posicionar a equipe com Zé Roberto de volante e Tchê Tchê na defesa. A substituição não foi, como diz a comum analogia, como trocar o pneu com o carro em movimento, mas sim com o veículo desgovernado. O estrago gigante pela desorganização já deixava o time nervoso em campo e com erros triviais.

Se levar gol em casa em mata-mata é sinal de alerta, levar três e ser massacrado representava tragédia. A equipe precisava provocar no segundo tempo o mesmo estrago sofrido na etapa inicial. Pois bem, se sofreu em 30 minutos, o time resolveu tudo em 20. O time se encheu de brios ao escutar a torcida cantar "Palmeiras é o time da virada" e levou o público ao delírio com a reação fulminante.

O Palmeiras foi para cima sem medo de se arriscar. Acuado e assustado, o Cruzeiro viu a vantagem ruir sem conseguir acompanhar a velocidade, nem tirar a bola da defesa. O jogo ficou dentro da área mineira. Dudu, com dois gols, e Willian, com outro, aumentaram a esperança de uma virada. O sonho do 4 a 3 permaneceu até o fim. Mesmo que a vitória tenha ficado perto, o Palmeiras leva como alerta o risco de que o primeiro tempo horrível pode ter custado caro no torneio. (Agência Estado)

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351