Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

Brasileirão

Vila Nova bate o Boa Esporte e alcança a vice-liderança

Time goiano chega aos chega a 35 pontos | 11.08.17 - 23:11 Vila Nova bate o Boa Esporte e alcança a vice-liderança (Foto: reprodução / Twitter)A Redação

Goiânia -
O Vila Nova bateu o Boa Esporte na noite desta sexta-feira (11/8), no estádio Serra Dourada, em Goiânia, por 1 a 0. A partida, válida pela 20ª rodada da série B do Campeonato Brasileiro, foi a última das quatro que o Tigre precisou disputar com os portões fechados. 
 
O resultado em Goiânia (GO) levou o time da casa aos 35 pontos, ultrapassando provisoriamente o Internacional na segunda colocação da tabela. O time gaúcho soma 33 pontos e joga no sábado contra o Londrina, no Beira-Rio. Já o Boa segue com 28 pontos, na parte intermediária da tabela.
 
Esta foi a última partida com punição ao Vila Nova, que atuou quatro jogos com os portões fechados no estádio Serra Dourada, punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela confusão com o rival Goiás, na 10ª rodada. Além do Boa, o time também não contou com torcida diante de Náutico, Inter e Paysandu.
 
Sem torcida, o Boa começou o jogo se sentindo em casa. O técnico Nedo Xavier adiantou a marcação para o campo de ataque e controlou o meio-campo, deixando o Vila Nova acuado, sem muitas alternativas. Aos poucos o goleiro Luis Carlos começou a aparecer. Em uma jogada individual, Rodolfo conseguiu limpar a marcação e, por pouco, não abriu o placar. Caprichosamente a bola explodiu na trave e impediu o primeiro gol.

Com dificuldade para organizar o meio-campo e, com menos posse de bola, o Vila Nova passou a atuar nos contra-ataques. Na melhor oportunidade do primeiro tempo para o time da casa, Geovane arriscou de fora da área e o goleiro Fabrício defendeu bonito, mas deixou o rebote nos pés de Mateus Anderson. Esperto, ele cruzou para Moisés marcar. O atacante já estava comemorando quando o auxiliar levantou a bandeira e anulou o gol.
 
Mas o Vila Nova precisou de apenas doze minutos do segundo tempo para voltar a balançar as redes. Desta vez, sem interferência do trio de arbitragem. Em ótima trama pelo meio-campo, Maguinho recebeu em velocidade na direita entrou na grande área e cruzou rasteiro para trás. Moisés fez um importante corta luz e deixou ela chegar em Alípio, que soltou a perna e mandou no cantinho do goleiro Fabrício, que nada pôde fazer.
 
O Boa sentiu o gol do adversário e caiu de produção. O técnico Nedo Xavier tentou mexer no esquema tático do time e colocou mais dois volantes no meio campo, para voltar a preencher o setor e também dar mais liberdade a Thaciano. Mas o Vila Nova também acertou a marcação e não deu mais espaços, deixando o time mineiro ficar com a posse de bola, mas sem nenhuma objetividade.
 
O próximo compromisso do Vila Nova na Série B do Campeonato Brasileiro é na sexta-feira, às 19h15, contra o Juventude, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), pela 21ª rodada. Já o Boa recebe o Ceará no estádio do Melão, em Varginha (MG), às 16h30 de domingo. (Com Agência Estado)


Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351