Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

Futebol

Aos gritos de 'é campeão', Corinthians vence a Chapecoense

Paulistas dispararam na liderança | 23.08.17 - 22:41 Aos gritos de 'é campeão', Corinthians vence a Chapecoense (Foto: divulgação)
São Paulo - Foi no sufoco, com uma atuação mediana, mas que serviu para espantar qualquer desconfiança e fazer o Corinthians disparar na liderança do Campeonato Brasileiro. Com um gol de Jô aos 44 minutos do segundo tempo, o time alvinegro derrotou a Chapecoense por 1 a 0, nesta quarta-feira, na Arena Condá, e viu a vantagem para o vice-líder Grêmio subir para dez pontos (50 contra 40). Com direito a grito de "é campeão" da torcida corintiana presente no estádio.

Antes do jogo, o que causava maior preocupação nos corintianos era a defesa remendada com Léo Santos, Pedro Henrique e Moisés. Os defensores deram conta do recado e o que atrapalhou o time de Fábio Carille foi o setor ofensivo. Jô conseguiu salvar com o gol nos últimos minutos e chegou aos 12 no Brasileiro, empatando na liderança da artilharia do campeonato com Henrique Dourado.

A equipe alvinegra errou muitos passes e teve poucas chances de chegar ao gol de Jandrei. A melhor no primeiro tempo aconteceu em um lance irregular. Aos 10 do primeiro tempo, Jô cruzou e Rodriguinho marcou, mas antes, ajeitou a bola com o braço e o árbitro marcou o toque. Sem criatividade por parte de Marquinhos Gabriel e Rodriguinho, uma escapatória poderia ser Romero e Maycon, mas o paraguaio não conseguiu abrir espaço como de costume e o volante ficou mais recuado do que o habitual.

A comissão técnica da Chapecoense deve ter visto o jogo do Corinthians contra o Vitória, pois entrou em campo com a organização tática igual à dos baianos, fazendo duas linhas de quatro próximas e tentando sair ao ataque pelos lados. Apodi foi quem mais teve liberdade e aproveitou a insegurança de Moisés para chegar ao ataque. Restava, porém, calma para finalizar.

No segundo tempo, o Corinthians adiantou a marcação e passou a ser mais objetivo. Clayson entrou no lugar de Marquinhos Gabriel e fez com que o time alvinegro passasse a ter maior velocidade e movimentação no ataque. Rodriguinho, de novo, teve uma boa oportunidade de abrir o placar e Jandrei levou a melhor.

Em seguida, Romero foi quem recebeu na área e errou na finalização. Tanta ofensividade fez com que a defesa alvinegra desse espaço e quase a Chapecoense conseguiu aproveitar. Aos 16, Léo Santos praticamente fez um gol para o Corinthians. Moisés e Pedro Henrique se atrapalharam na hora de cortar a bola na área, Túlio de Melo pegou a sobra e bateu, mas o zagueiro de apenas 18 anos e que substituiu Balbuena, machucado, salvou em cima da linha.

Os minutos finais foram de dois times mostrando vontade de vencer com apostas em longos lançamentos e poucas finalizações. Parecia que o zero ia ficar até o fim, quando aos 44, Clayson se complicou na frente de Jandrei, mas a bola sobrou para Jô empurrar para as redes e garantir a vitória. Para o jogo com o Atlético-GO, sábado, na Arena Corinthians, a equipe de Carille perdeu dois importantes titulares. Romero e Jô receberam o terceiro cartão amarelo e estão fora da partida. Já a Chapecoense, 15.ª colocada, com 25 pontos, terá pela frente o Avaí no domingo, fora de casa. (Agência Estado)

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351