Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

Série A

Atlético-GO empata com Vitória no Barradão e permanece na lanterna

Dragão não vence há cinco rodadas | 29.10.17 - 21:12
Salvador - O Vitória segue com o fantasma do estádio Barradão, em Salvador. Neste domingo empatou com o lanterna Atlético Goianiense por 1 a 1 e segue na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O clube baiano termina a 31.ª rodada como o pior mandante da competição com duas vitórias, quatro empates e 10 derrotas diante do seu torcedor. Para os goianos, o resultado mantém a sequência de cinco jogos sem vencer.

Tudo poderia ter sido diferente se Tréllez não perdesse um pênalti aos 27 minutos do segundo tempo, que poderia decretar a virada do Vitória e ainda tirar o time da zona de rebaixamento. Mas com a defesa do goleiro Marcos, o time baiano está com 34 pontos. Já o Atlético Goianiense ainda é o último colocado, com apenas 27 pontos.

No primeiro lance do jogo, o lateral-esquerdo Bruno Pacheco caiu de mau jeito no gramado e precisou ser substituído ainda aos sete minutos por Breno Lopes, com uma suspeita de luxação na clavícula. Em uma ligação direta da defesa, o próprio Breno Lopes subiu sozinho e testou para Walter, que entrava em velocidade no meio da marcação. O atacante ajeitou o corpo e rolou para Luiz Fernando, que bateu de primeira e abriu o placar aos 10.

O Vitória só conseguiu reagir aos 26 minutos, com um lindo chute de Uilliam Corrêa. Em uma cobrança de escanteio, Marcos afastou e ela caiu no pé do volante, que ajeitou para a perna esquerda e mandou uma bomba de fora de grande área, exigindo uma linda defesa do goleiro. No escanteio, Wallace Reis ganhou pelo alto da marcação e testou firme para mais uma boa defesa do adversário.

Em um lance muito parecido, aos 31 minutos, Ramon também experimentou um chute de longa distância e pegou bonito na bola, mas outra vez Marcos apareceu para encaixar em dois tempos. Em resposta, aos 36, Andrigo chegou na linha de fundo pela ponta direita e cruzou na medida para Walter, mas o atacante se atrapalhou com a bola e jogou pela linha de fundo.

Durante o intervalo, o técnico Vagner Mancini aproveitou para fazer uma reestreia no time do Vitória. José Welison, recuperado de uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho após seis meses, entrou no lugar do zagueiro Fred, deixando o time da casa mais ofensivo. A mudança deu certo. Aos 20 minutos, ele também arriscou um chute de fora de área, mas dessa vez pegou Marcos desprevenido e o goleiro aceitou o empate.

A igualdade deixou o jogo completamente aberto e muito mais movimentado. Com 24 minutos, Paulinho também entrou na onda e tentou um arremate de fora de área, que explodiu no travessão do Vitória. Em resposta, Kieza disputou a bola com Breno Lopes e acabou derrubado na grande área: pênalti. Mas, na cobrança, Tréllez mandou no canto direito e o goleiro Marcos voou para espalmar à linha de fundo.

Nos minutos finais, o Vitória se lançou praticamente por inteiro ao campo de ataque, mas a pressão e a insegurança aos poucos foram tomando os jogadores, que passaram a errar algumas jogadas simples, como troca de passes e triangulações. Já o Atlético Goianiense recuou para trás da linha do meio de campo, esperando apenas o apito final do árbitro. No sábado, às 19 horas, o Atlético Goianiense recebe o São Paulo no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 32.ª rodada. Já o Vitória enfrenta o Vasco no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, às 19 horas do próximo domingo.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 1 x 1 ATLÉTICO-GO

VITÓRIA - Caíque; Caíque Sá (Patric), Fred (José Welison), Wallace Reis e Juninho; Ramon, Uillian Correia, Yago e Neilton (Kieza); David e Tréllez. Técnico: Vagner Mancini.

ATLÉTICO-GO - Marcos; Marcão Silva, Gilvan, William Alves e Bruno Pacheco (Breno Lopes); André Castro, Paulinho, Andrigo, Jorginho (Igor Henrique) e Luiz Fernando; Walter (Diego Rosa). Técnico: João Paulo Sanches.

GOLS - Luiz Fernando, aos 10 minutos do primeiro tempo; José Welison, aos 22 minutos do segundo tempo. CARTÕES AMARELOS - Uillian Correia (Vitória); William Alves, Jorginho e Walter (Atlético-GO). ÁRBITRO - Luiz Flávio de Oliveira (Fifa/SP). RENDA - Não disponível. PÚBLICO - 13.686 pagantes. LOCAL - Estádio Barradão, em Salvador (BA).

(Agência Estado)

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351