Copa do Brasil  08.03.2012 00h22
São Paulo joga mal, vence, mas não elimina jogo de volta

Tricolor ainda contou com ajudinha do juiz

São Paulo joga mal, vence, mas não elimina jogo de volta Luis Fabiano voltou a atuar, mas passou apagado (Foto: Sidney Sanches/VIPCOMM)


Se o São Paulo sonha em ganhar a sua primeira Copa do Brasil e assegurar uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem, vai ter que jogar muito mais futebol do que apresentou na sua estreia na competição, nesta quarta-feira (8/3). No Mangueirão, em Belém, a equipe tricolor venceu o Independente-PA por apenas 1 a 0 e não eliminou o jogo de volta, marcado para quarta que vem, às 19h30, no Morumbi.

Numa partida para os comandados de Emerson Leão esquecerem, só Cícero se destacou, marcando seu quinto gol em cinco jogos. Fernandinho, Luis Fabiano e Lucas foram muito mal, todos presos na marcação paraense. Cortez também esteve muito abaixo da sua média.

Ajudinha da arbitragem
Mesmo com a volta de Luis Fabiano, ainda visivelmente sem ritmo de jogo, era na defesa que estavam as preocupações do São Paulo. E esse temor foi justificado aos 2 minutos, quando Thiago Floriano marcou um gol legal, anulado erradamente pelo árbitro, que anotou impedimento. O jogador estava em posição legal, uma vez que Piris errou e não seguiu a linha de impedimento.

A zaga tricolor pareceu não ter aprendido a lição e seguiu dando espaço para o time da casa atacar. Mas numa dessas ofensivas dos paraenses, Cícero pegou o rebote na entrada da sua área de defesa, atravessou quase todo o campo e, na entrada da área adversária, bateu forte, rasteiro, para abrir o placar.

O gol intimidou o Independente, que recuou e deu espaço para o São Paulo crescer. Os principais jogadores tricolores, porém, não estavam inspirados, principalmente Lucas, muito mal no jogo. Ainda assim, os visitantes ficaram perto de marcar em duas oportunidades: num cruzamento de Fernandinho para Lucas, que Rafael Vieira cortou praticamente em cima da linha, e numa falta de Denilson, que bateu forte, de muito longe, e fez tremer o travessão.

Na volta do intervalo, Lucas avisou: "O Leão pediu para chutar de fora". E foi isso que o São Paulo fez. Sem opções pelas laterais, uma vez que Piris fugia da bola e Cortez atacava menos que o normal, o time abusou das jogadas pelo meio. Como também não conseguia entrar na área com a bola no chão, só restava mesmo arriscar de longe, ainda que quase sempre com algum perigo.

Sem mexer taticamente, Leão trocou seis por meia dúzia com Osvaldo, Maicon e Willian José nos lugares de Fernandinho, Casemiro e Luis Fabiano, respectivamente. De nada adiantou. O time seguiu desorganizado, sem alternativas pelas laterais, e errando muitos passes.

FICHA TÉCNICA

0 INDEPENDENTE - Dida; Lima, Adson, Alexandre Recife e Preto Barcarena; Silva (Bruno Maranhão), Fidélis, Gian e Thiago Floriano (Rafael Gaúcho); Rafael Vieira (Marçal) e Ró. Técnico - Valter Lima.

1 SÃO PAULO - Denis; Piris, Rhodolfo, Paulo Miranda e Juan; Denilson, Casemiro (Maicon), Cícero e Lucas; Fernandinho (Osvaldo) e Luis Fabiano (Willian José). Técnico - Emerson Leão.

LOCAL - Estádio Mangueirão, em Belém. ÁRBITRO - Suelson Diógenes de França Medeiros (RN). CARTÕES AMARELOS - Adson, Ró, Alexandre Recife e Fidélis.  GOLS - Cícero, aos 14 minutos do primeiro tempo.

Comente


Comentários



Publicidade

Publicidade