Copa do Brasil  15.03.2012 00h50
Palmeiras vence fora, mas não antecipa classificação

Barcos marcou único gol do jogo

O Palmeiras desperdiçou na noite desta quarta-feira (14/3) a chance de avançar direto para a segunda fase da Copa do Brasil. Jogando em Maceió, na estreia, o time paulista venceu o Coruripe por 1 a 0, placar insuficiente para eliminar o jogo da volta - precisava vencer por dois gols de diferença para antecipar a classificação.

O atacante Barcos foi o autor do gol que garantiu vantagem ao Palmeiras no confronto. Com o triunfo por 1 a 0, a equipe palmeirense joga por um empate na partida da volta, na próxima quarta-feira, no Estádio Jaime Cintra, em Jundiaí.

O vencedor do confronto terá pela frente o Horizonte-CE, que eliminou o América-RN nos pênaltis. O time cearense vencera o jogo de ida por 2 a 0, mas caíra pelo mesmo placar nesta quarta. Como a igualdade persistiu na prorrogação, os dois times decidiram a vaga nas penalidades, com vitória do Horizonte por 4 a 2.

Gol relâmpago
Em busca de uma vitória folgada, para eliminar o jogo da volta, o Palmeiras partiu para o ataque no início e inaugurou o placar logo aos 2 minutos. Em rápida jogada pelo meio, Barcos recebeu passe de Daniel Carvalho na entrada da área e bateu na saída do goleiro Juninho.

O gol no começo da partida dava a impressão de que o time de Felipão golearia os donos da casa com facilidade. Mas o Palmeiras resolveu desacelerar após balançar as redes. Bons lances ofensivos se resumiram a uma investida pela direita de Maikon Leite, que caiu na área e pediu pênalti, e a uma cobrança de escanteio de Marcos Assunção. A bola atravessou a área com perigo, sem a finalização decisiva.

O Coruripe, por sua vez, se concentrou na marcação e apresentou uma atuação inofensiva para a defesa palmeirense. "Tivemos a felicidade de marcar no começo, mas não definimos. A marcação está forte e precisamos sair dela. Ter mais tranquilidade e voltar para fazer o segundo e matar o jogo", comentou Marcos Assunção ao fim do primeiro tempo.

O intervalo, contudo, não alterou o ritmo do Palmeiras. O time visitante continuou cadenciando a partida, cada vez mais morna. Os lances ofensivos surgiam geralmente em bola parada, em cobranças de falta ou escanteios de Marcos Assunção. Do outro lado, o Coruripe jogava mais solto e arriscava no ataque.

Preocupado, Felipão decidiu mudar o meio-campo. Colocou Chico em campo e mandou Márcio Araújo para a lateral direita. A alteração deu novo fôlego ao time, que passou a chegar ao ataque com mais frequência.

Desperdício
Aos 42 minutos, Henrique desperdiçou a melhor chance da equipe na segunda etapa. Sem marcação, o zagueiro recebeu passe na marca do pênalti e encheu o pé. A bola acertou o pé da trave e saiu.

Antes do jogo da volta, na próxima quarta, o Palmeiras volta a campo no fim de semana para o duelo com a Ponte Preta, sábado, às 18h30, em Campinas, pela 14ª rodada do Campeonato Paulista.

 

FICHA TÉCNICA:

0 CORURIPE - Juninho; Rogério Rios, Jacó, Renato Mello e Rogerinho; Geninho, Jhota, Jair (Jacobina) e Adrianinho (Cleiton); Ivan e Washington (Wallax). Técnico: Elenilson Santos.

1 PALMEIRAS - Deola; Artur (Chico), Leandro Amaro, Henrique, Juninho; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Patrik, Daniel Carvalho (Pedro Carmona); Maikon Leite (Ricardo Bueno) e Barcos. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

LOCAL - Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL). ÁRBITRO - Cláudio Francisco Lima e Silva (SE). CARTÕES AMARELOS - Renato Mello, Jhota, Juninho (Coruripe); Pedro Carmona (Palmeiras). GOL - Barcos, aos 2 minutos do primeiro tempo.

Comente


Comentários


Publicidade

Publicidade