Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

Entrevista com Ilézio Inácio Ferreira

Consciente Construtora inicia novo projeto sustentável para Goiânia

Praça Consciente será inaugurada em dezembro | 08.11.12 - 15:36 Consciente Construtora inicia novo projeto sustentável para Goiânia Ilézio Inácio Ferreira durante lançamento do projeto, na manhã desta quinta-feira (8/11) (Foto: Mira)
Adriana Marinelli

Goiânia -
Depois da Calçada Consciente, implantada pela Consciente Construtora e Incorporadora em um empreendimento na esquina das avenidas T-9 com T-30 e no quarteirão da Avenida T-7 com a Avenida T-1, em Goiânia, a construtora pensou em mais um projeto que une conforto e sustentabilidade. Trata-se da Praça Consciente, que começou a ser construída nesta quinta-feira (8/11), na Rua 27 com a T-50, no Setor Marista, e será entregue à população goiana no final do próximo mês.

Em entrevista ao Jornal A Redação, o diretor presidente da Consciente Construtora e Incorporadora, Ilézio Inácio Ferreira, explicou que as ideias surgiram com o intuito de resolver problemas de acessibilidade. “Contratamos um engenheiro especialista em acessibilidade para cuidar do projeto.  O conceito de sustentabilidade da Calçada Consciente despertou interesse da prefeitura de Goiânia, que aderiu a ideia e a implantou no Eixo Universitário”, afirma. “O modelo deve ser implantado nas próximas vias a serem revitalizadas da capital. Mais 142 quilômetros de vias devem receber o método nos próximos anos.”

Ilézio ressalta que, com medidas como a Calçada Consciente, a população ganha com uma melhor qualidade de vida. “A maioria das calçadas de Goiânia são inacessíveis. Há árvores em lugares inadequados, dificultando a passagem de pedestres e impedindo a passagem de cadeirantes. Pensamos em uma calçada nivelada e que, além disso, ajudasse na permeabilidade urbana. Nas calçadas comuns, nada da água da chuva, por exemplo, era absorvido. Ao contrário disso, o piso da Calçada Consciente foi feito para contribuir com a permeabilidade”, diz.

Praça Consciente
Também desenvolvida pela Consciente Construtora e Incorporadora, a ideia da Praça Consciente chega para surpreender o goianiense. “Sempre nos preocupamos com a sustentabilidade e a praça é um presente que a nossa construtora deixa para Goiânia”, destaca. “Queremos que a praça seja concluída até o dia 23 de dezembro, quando haverá a inauguração do espaço com uma cantata de Natal”, anuncia o diretor presidente da Consciente.

De acordo com Ilézio, o projeto une sustentabilidade, beleza, conforto, glamour e inovação. “Nós escolhemos a praça no Setor Marista, na Rua 27, porque estamos construindo um empreendimento em frente. Como a praça é um pouco maior, dá para aplicar melhor o conceito de sustentabilidade”, pontua.

No espaço, as áreas de gramado, vegetação mais utilizada em praças e parques, serão substituídas por outros tipos de vegetação em uma composição com o piso drenante, diminuindo a quantidade de água empregada na manutenção durante o período de seca. Conforme consta no projeto, a utilização deste piso garante ainda a permeabilidade ideal, já que o piso poroso permite a passagem rápida de até 90% da água, evitando a formação de enxurradas e alagamentos.

Materias recicláveis
Para construção de uma horta vertical, garrafas pet serão reaproveitadas. Além disso, pneus usados poderão ser transformados em vasos para plantas e bancos estilizados, mostrando novas opções de uso desse material altamente poluente e prejudicial ao meio ambiente. Um espaço de convivência foi pensado para realização de exposições de arte. “Ao fazer isso, voltamos a ideia de que a praça é do povo”, acrescenta Ilézio.

Inclusão e acessibilidade
Pensando em pessoas com deficiência, a Praça Consciente possuirá um Jardim Sensorial, que ajudará principalmente os que possuem deficiência visual. Ideia do jardim é proporcionar uma experiência perceptiva através dos cinco sentidos.

Também como consta no projeto, o Jardim Sensorial poderá ser apreciado também pelo paladar, já que possibilita a experimentação de temperos e especiarias, como hortelã, alecrim, orégano, tomilho, cebolinha, salsa, lavanda e pimenta.

A presença do piso tátil e as placas de identificação em Braille mostram a preocupação com a acessibilidade da praça, que possuirá também passeios públicos mais largos, rampas de acesso e nenhum desnível ao longo do perímetro, facilitando a mobilidade de cadeirantes. “Estamos há 30 anos no mercado, mas é como se estivéssemos nascendo a cada dia. Temos sempre alguma novidade para apresentar”, conclui Ilézio Inácio.

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351