Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

Buriti Business

Lançamentos corporativos chegam a Aparecida de Goiânia

Definição "cidade dormitório" é passado | 06.03.13 - 10:09 Lançamentos corporativos chegam a Aparecida de Goiânia Buriti Business será o primeiro empreendimento corporativo da cidade (Foto: divulgação)
A Redação
 
Goiânia - Aparecida de Goiânia vem alterando o seu perfil nos últimos anos com o desenvolvimento econômico. Com 474.722 habitantes, segundo dados do IBGE,  saiu de uma arrecadação de ICMS de 11%, em 2010, para 26%, em meados de 2012. Atualmente, concentra 1/3 da população da região metropolitana.  A definição de “cidade dormitório” pertence definitivamente ao passado e, atualmente, o município, após a implementação de políticas que favoreceram a instalação de indústrias,  vem atraindo investimentos que otimizam sua estrutura urbana para oferecer mais qualidade de vida aos moradores.  Na área de divisa com a capital,  mudanças acontecem com grande intensidade, provocadas tanto por obras públicas quanto privadas.
 
A Innovar Construtora será a próxima empresa a investir no município com o lançamento do primeiro empreendimento corporativo na cidade, o Buriti Business. Construído estrategicamente no prolongamento da Avenida Rio Verde e ao fundo da Avenida São Paulo, esse é o primeiro complexo comercial com conceito arrojado e moderno do local, projetado prioritariamente para otimizar a rede de serviços na região,  favorecendo o consumo e diminuindo  a evasão de divisas do município.
 
“Basta dar um passeio pelas ruas desta região para perceber a grande quantidade de consultórios e escritórios instalados em estruturas adaptadas”, diz Romeu Neiva, diretor da Innovar Construtora. A empresa é pioneira na incorporação imobiliária no Parque Amazônia e vem estudando sistematicamente a região de divisa entre Goiânia e Aparecida de Goiânia. 
 
Romeu informa ter alterado o projeto  inicial para a região após uma avaliação do crescimento do setor de serviços, que já correspondem a 36% da economia na cidade, segundo dados do IBGE. “Havíamos planejado inicialmente um empreendimento residencial para esta área, mas as pequisas apontaram para uma forte demanda comercial”, diz. Para projetar o Buriti Business, a empresa encomendou uma ampla pesquisa na região. Realizada pelo Instituto Opinião, de Brasília, o estudo apontou o potencial econômico e dos empreendedores da região. 

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351