Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

Bicombustível

Vendas de carros flex representaram 83,1% em 2011

Número ficou abaixo em relação a 2009 | 05.01.12 - 17:14


A participação dos veículos flex fuel nas vendas de veículos no ano de 2011 ficou em 83,1%, com 2.848.071 veículos, nos números divulgados nesta quinta-feira (5/1) pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Essa participação representa uma retração em relação à verificada no ano de 2010, que ficou em 86,4%.

Considerando apenas o mês de dezembro de 2011, a participação dos veículos flex ficou em 81,7%, com 269.009 unidades. Em dezembro de 2010, a participação dos flex nas vendas foi de 85,6%.

Estoques
O estoque de veículos na indústria e na rede de distribuição somou 347.348 unidades no final de dezembro 2011, equivalente a 30 dias de vendas. Em novembro, o estoque era de 373.573 veículos e equivalia a 35 dias de vendas.

A indústria automobilística terminou o ano de 2011 com 144.710 empregados diretamente nas montadoras, 6,3% a mais do que o total verificado em dezembro de 2010, que era de 136.100 trabalhadores.

Projeções
Segundo a Anfavea, as primeiras estimativas para 2012 indicam crescimento de 4% a 5% na venda de veículos no mercado interno. Com relação às exportações, é esperado um recuo de 5,5%. Como consequência, a Anfavea espera um crescimento da produção da ordem de 1,1%, podendo alcançar 3,49 milhões de unidades, número que, se concretizo, representará novo recorde.

Para o segmento de máquinas agrícolas, as primeiras projeções da Anfavea indicam estabilidade em relação a 2011 em termos de produção, mercado interno e exportações.

Vendas totais
As vendas de veículos no Brasil em 2011 totalizou 3,63 milhões de unidades (inclui veículos nacionais e importados), registrando crescimento de 3,4% em relação a 2010, quando as vendas somaram 3,51 milhões de unidades. A participação dos veículos importados foi de 23,6% das vendas totais, maior do que em 2010, quando havia ficado em 18,8%. O desempenho de 2011 foi recorde (o recorde anterior era de 2010). Os dados foram divulgados hoje pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

A produção alcançou 3,41 milhões de veículos, o que representou um crescimento de 0,7% em relação ao desempenho de 2010 (3,38 milhões de unidades produzidas) e também representou um novo recorde, ao superar o volume de 2010.As exportações em unidades alcançaram 541,6 mil veículos, o que representou uma alta de 7,7% em relação ao resultado de 2010, que teve exportações de 502,7 mil unidades. Considerando as exportações em valores, elas totalizaram em 2011 US$ 15,49 bilhões, expansão de 20,6% em relação a 2010 (US$ 12,84 bilhões). (Agência Estado)

 


Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351