Filho do Leonardo  26.04.2012 09h21
Pedro Dantas chega ao aeroporto Santa Genoveva

Cantor passa por hemodiálise


Catherine Moraes
Atualizado às 12h20

O cantor sertanejo Pedro Dantas, filho do cantor sertanejo Leonardo, chegou às 13h02 no aeroporto Santa Genoveva, onde embarca em uma aeronave com UTI móvel para São Paulo. Pedro será transferido para o Hospital Sírio Libanês. Os médicos do hospital de São Paulo chegaram por volta das 9h50 ao Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG) para que seja realizado o procedimento. O médico Wandervan Antônio Azevedo, diretor da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do IOG, informou, na manhã desta quinta-feira (26/4), que a transferência é um desejo da família.

Nenhum dos médicos do IOG vai acompanhar a transferência, já que a UTI móvel do avião só comporta a equipe do Sírio Libanês. No hospital, acompanham  Pedro, a mãe, Maria Aparecida Dantas e a tia Mariana, irmã de Leonardo. O boletim que seria divulgado nesta manhã, assinado por médicos do IOG e do Hospital Sírio-Libanês, foi suspenso.
 

Mãe de Leonardo agradeceu trabalho dos médicos goianos e oração dos brasileiros (Foto: Catherine Moraes)


Maria Aparecida conversou com os jornalistas na porta do hospital nesta manhã. Ela agradeceu aos médicos que acompanharam o cantor durante os sete dias de internação e disse que, se a transferência não fosse possível, acredita na competência da equipe médica do IOG. A mãe de Pedro também agradeceu as manifestações de carinho de fãs do cantor e pediu que continuem orando pela recuperação do filho. Maria Aparecida afirmou que irá viajar para São Paulo, assim como Leonardo, mas não no mesmo avião que Pedro.
 
O cantor está foi subemtido, nesta manhã, a uma nova hemodiálise, que durou cerca de 4 horas. A transferência só foi feita após o término da sessão. A estimativa é que o transporte do hospital até o Aeroporto Santa Genoveva dure cerca de 15 minutos. Serão usados ainda carros batedores, que irão na frente da ambulância ajudando a abrir passagem. De Goiânia para São Paulo, a expectativa é de que a transferência seja feita em 1 hora. A irmã de Leonardo, Mariana, também chegou ao hospital na manhã de hoje.
 
Na última quarta-feira (25/4), Pedro apertou a mão do primo enquanto recebia uma visita. Wandervan confirmou a situação, mas alegou que pode ter sido apenas um espamo, involuntário. Disse, por fim, que somente exames vão comprovar se ele agiu de forma consciente. 

Por volta de 10 horas carros da Polícia Militar chegaram ao Hospital para aguardar o momento da transferência. A PM vai ajudar abrindo caminho para a ambulância, que seguirá para o aeroporto.

Leia mais:
Cantor será transferido para São Paulo na manhã desta quinta-feira
Boletim: melhora quadro de saúde de Pedro Dantas
Fãs enviam mensagens de apoio a Pedro
"Sempre pedi para o Pedro não dirigir depois dos shows"
Cantor Pedro, filho de Leonardo, sofre acidente e está em coma induzido

Comente


Comentários

  • 26.04.2012 02:33 Por Denise Sena

    Parabéns a toda equipe que está cuidando desse jovem lindo e tão querido por muitos, oro muito para que tudo dê certo embora fosse meu filho eu nao deixaria ser transferido! Mas para O SENHOR nada é impossível, se ele Pedro já suportou os primeiros momentos então dará certo creio e oro por isso. Parabéns a imprensa pelos noticiários.

  • 26.04.2012 11:12 Por Larissa

    Que exagero usar a PM para isso. Não é questão de interesse público. MP???

  • 26.04.2012 10:43 Por Ombudsman

    Carros ABATEDORES?????? As ruas vão ficar muito perigosas!

  • 26.04.2012 10:36 Por Raniel Nascimento

    Não estou vendo ninguém comentar sobre a EXCELÊNCIA da equipe médica goiana. Primeiramente, o médico de Itumbiara, que foi fundamental nos primeiros socorros médicos. Depois, a brilhante equipe do IOG. Controlaram duas paradas cardíacas. Souberam controlar as complicações cerebrais, etc. Precisaríamos elogicar mais nossos médicos. O assunto hoje é só ir pra São Paulo, ir pra São Paulo. Ontem mesmo no programa do Datena, o cara falou um tempão sobre a brilhante equipe médica que existe no Sírio-Libanez, mas em nenhum momento enalteceu a competência dos médicos goianos.


Publicidade

Publicidade