Aparecida de Goiânia  04.05.2012 17h19
Preso motociclista que matou ciclista atropelada na Vila Maria

Acidente aconteceu na quinta-feira (3/5)


Adriana Marinelli

Foi preso, na tarde desta sexta-feira (4/5), o motociclista que matou uma ciclista atropelada na noite de quinta-feira, no Setor Vila Maria, em Aparecida de Goiânia. Identificado nesta tarde, Gilmar Souza da Cruz, de 31 anos, estava em casa, na Vila Alzira, também em Aparecida de Goiânia, quando foi detido por policiais militares.

De acordo com o sargento Fernando Araújo, responsável pela ocorrência, a polícia conseguiu localizar o endereço do trabalho de Gilmar, que era funcionário de uma empresa de construção civil. “Pessoas que trabalham lá nos informaram que ele já não era mais funcionário da empresa. Ele disse aos colegas que tinha se envolvido em um acidente e precisava se afastar por uns tempos. Conseguimos o endereço da casa dele lá mesmo”, conta.

Sem reagir, Gilmar foi levado para o 2º Distrito Policial de Aparecida de Goiânia, na Vila Brasília.

Entenda o caso
Enquanto participava de um “racha” (corrida) de moto, na noite de quinta-feira (3/5), Gilmar percorreu um longo trecho da Avenida Odorico Nery, no Setor Vila Maria, na contramão da pista, atropelando uma ciclista de 32 anos. Mayra Maria Leite Ferreira voltava do trabalho quando foi colhida pelo veículo.

Com traumatismo craniano e bastante ferida, a vítima chegou a ser socorrida por uma equipe do Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Mãe de cinco filhos, Mayra foi reconhecida pelo marido e por uma irmão.

Gilmar, que conduzia a moto, fugiu a pé, deixando o veículo no local do acidente. Como a moto estava com o licenciamento vencido há alguns anos, a polícia teve dificuldade para identificar quem era o responsável pela morte de Mayra, que só foi localizado nesta tarde.

Leia mais:
Ciclista, mãe de 5 filhos, morre ao ser atropelada por moto na contramão




Comente


Comentários



Publicidade

Publicidade