Pela 3ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Academia

Debate na UFG analisa recentes manifestações populares no Brasil

Livro sobre ditadura será lançado Debate na UFG analisa recentes manifestações populares no Brasil Evento é organizado pelo professor do curso de Jornalismo da UFG, Juarez Ferraz de Maia (Foto: divulgação)

 
A Redação
Atualizado às 17h30
 
Goiânia - Entidades acadêmicas e sindicatos realizam nesta terça-feira (2/7), às 22h, na Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás (UFG), um debate público sobre as recentes manifestações populares no Brasil. A discussão levantará os principais aspectos dos protestos, a motivação e as consequências desta intensa movimentação social.
 
Tendo como estopim o anúncio do aumento das tarifas de ônibus, as manifestações populares gradativamente ganharam força em várias regiões e chegaram ao seu ápice no dia 20 de junho, quando milhares de cidadãos tomaram as ruas de mais de 380 cidades em reivindicação por causas diversas, como o fim da corrupção e maior investimento em educação e saúde pública.
 
O debate desta terça-feira é organizado pelo professor do curso de Jornalismo da UFG, Juarez Ferraz de Maia, e realizado pelo Sindicato dos Docentes das Universidades Federais de Goiás (Adufg Sindicato), Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Instituições Federais de Ensino Superior do Estado de Goiás (SINT-IFESgo), Diretório Central dos Estudantes da UFG (DCE-UFG),  Associação dos Anistiados pela Cidadania e Direitos Humanos do Estado de Goiás (Anigo) e Fórum Goiano das Entidades dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (FOGEF).
 
Mediados pelo presidente da Anigo, Élio Cabral, os professores Silvio Costa (PUC-GO) e Romualdo Pessoa (UFG) analisarão o cenário atual das manifestações, enquanto o professor Juarez Ferraz de Maia (UFG) e a militante política Eliete Ferrer, do Rio de Janeiro, abordarão as manifestações em décadas passadas. Eliete é organizadora do livro “68: a geração que queria mudar o mundo – Relatos”.
 
Livro 
Durante o debate, acontecerá também o lançamento em Goiânia do livro de Eliete Ferrer, organizado pelo Ministério da Justiça – Comissão de Anistia – Projeto Marcas da Memória. A obra reúne depoimentos de 100 brasileiros de diversas regiões do país que atuaram na resistência contra a ditadura militar no Brasil.
 
A narração dos fatos retrata as prisões, o exílio, a ação nas manifestações pelas eleições diretas e o sentimento de quem viveu e lutou contra a repressão.
 
A resistência em Goiás é representada pelo relato de Juarez Ferraz de Maia, professor do curso de Jornalismo da UFG, organizador e participante do debate público desta terça-feira.
 
O evento é gratuito e aberto a toda a sociedade.


Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:

  • Por Paulo Magno Oliveira 06.07.2013 20:50

    Gostaria de adquirir o livro 68:a geração que queria mudar o mundo.Sou aluno de historia,queria saber como proceder.Agradeço atenção.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
(62) 9956-7336