Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

Nota de pesar

Cremego cobra "imediata apuração" da morte do médico e tenente da PM

Ortopedista foi morto a tiros em Goiânia | 14.02.18 - 11:50
 
A Redação 
 
Goiânia - O Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego) publicou uma nota de pesar pela morte do ortopedista e traumatologista Antônio Carlos de Castro. Tenente da reserva da Polícia Militar, ele foi assassinado na noite de segunda-feira (12/2).
 
No comunicado, o Cremego informou que "se solidariza com a família, amigos e toda a classe médica e repudia tamanha violência, cobrando a imediata apuração do caso e punição dos responsáveis". 
"É necessário que as autoridades competentes ajam com rigor para proteger a sociedade e evitar que dramas como esse se repitam", completa a nota de pesar.
 
A morte de Antônio Carlos é investigada. A polícia trabalha com a hipótese de tentativa de latrocínio. 
 
Leia mais:
Tenente da PMGO morre vítima de tentativa de latrocínio, em Goiânia

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351