Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

Prevenção

Leituristas da Celg D ajudam a identificar possíveis focos do Aedes aegypti

Projeto tem parceria com Secretaria da Saúde | 30.10.17 - 10:29 Leituristas da Celg D ajudam a identificar possíveis focos do Aedes aegypti (Foto: Alina Souza/Palácio Piratin)
 
A Redação
 
Goiânia – A Celg Distribuição lançou no último mês, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde, um projeto para reforçar o combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika. O trabalho conta com o apoio dos quase 100 leituristas de medidores residenciais de Goiânia.
 
Segundo a Celg, os servidores ajudam a identificar focos externos, como caixas d’água destampadas, fossas sem proteção, bueiros entupidos, entulhos em lotes baldios e outros locais que sirvam como habitat para os mosquitos. Em quase dois meses de trabalho, os leituristas da distribuidora já identificaram cerca de 1.200 possíveis focos de proliferação do Aedes aegypti.
 
O trabalho funciona da seguinte forma: o leiturista registra, ainda no coletor de leitura, os focos encontrados e a Celg consolida todos os pontos e encaminha, semanalmente, os dados à Secretaria de Saúde. Essas informações são analisadas e transformadas em um mapa dos focos do estado, os dados servem como suporte para que a Secretaria de Saúde realize planos de combate ao mosquito. Os demais leituristas do estado também serão treinados para expansão do projeto.
 
Cada leiturista visita em média 400 unidades consumidoras, fazendo a leitura dos medidores de energia. Isso significa que, diariamente, pelo menos 33 mil casas serão monitoradas para identificação da presença do mosquito transmissor.
 
Cuidados
A maioria dos focos do Aedes aegypti é encontrada dentro de casa. É preciso manter os quintais sempre limpos, recolher, eliminar ou guardar longe da chuva todo objeto que possa acumular água, como pneus velhos, latas, recipientes plásticos, tampas de garrafas, copos descartáveis e até cascas de ovos. O lixo doméstico deve ser acondicionado em sacos plásticos e descartado adequadamente, em depósitos fechados.

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351