Brasileirão  07.06.2012 00h24
Love marca no fim e Flamengo arranca empate com a Ponte

Gol veio aos 48 do segundo tempo


No primeiro jogo após a saída de Ronaldinho Gaúcho, o Flamengo não foi além do empate, por 2 a 2, com a Ponte Preta no Brasileirão. Jogando em Campinas, no Moisés Lucarelli, o time carioca buscou um ponto na tabela nos acréscimos, com gol de Vágner Love, aos 48 minutos do segundo tempo.

Ainda sem vencer, com três empates seguidos, o Flamengo ocupa a 11ª posição da tabela, com três pontos. A Ponte Preta, também sem vitórias em seu retorno à primeira divisão, têm dois pontos, em 14.º lugar.

Mesmo com Gilson Kleina comandando a Ponte das arquibancadas, por ter sido suspenso, a Ponte começou mais bem armada em campo e abriu o placar aos 14 minutos, numa jogada de insistência de Roger. Ele brigou contra dois adversários dentro da área e conseguiu cruzar. Do outro lado, Magal furou e Renê Junior ficou livre e para mandar para as redes.

Melhor em campo, o time da casa quase ampliou aos 19 minutos, quando Renê Junior fez o passe para a finalização de André Luis. Mas o goleiro Paulo Victor fez grande defesa, mandando a bola para escanteio. Ficou a impressão de que o time campineiro poderia ampliar o placar. Mas perdeu o meia Marcinho, machucado, aos 24 minutos - foi substituído por Nikão.

Aos poucos, porém, o Flamengo melhorou e buscou o empate. Aos 28, Vágner Love puxou contra-ataque em velocidade quando foi derrubado por Tiago Alves. Na cobrança da falta, Renato Abreu contou com um desvio nas costas de Cicinho para atrapalhar a defesa do goleiro Edson Bastos.

No segundo tempo, o Flamengo voltou sem o lateral Léo Moura, com uma lesão muscular na perna direita. Em seu lugar, entrou Wellington Silva. O jogo continuou movimentado. Aos 6, a Ponte voltou a ficar na frente no placar. Após levantamento na área, Tiago Alves dividiu de cabeça e ganhou do goleiro Paulo Victor. No rebote da defesa, João Paulo pegou de primeira, com força. A bola ainda desviou na defesa antes de entrar.

Reação
O Flamengo tentou reagir rapidamente. Aos 8, Renato Abreu soltou uma bomba e Edson Bastos mandou para escanteio. Aos 10, de falta, Renato bateu forte e tirou tinta do travessão. A Ponte respondeu com três lances de perigo no ataque.

Pressionado, o Flamengo se viu obrigado a tomar mais cuidados com a marcação. Com isso, perdeu força ofensiva. Ainda mais com Deivid, que ocupou a vaga de Ronaldinho Gaúcho, muito apagado, a ponto de ser substituído por Negueba, aos 28.

Mesmo correndo alguns riscos, a Ponte recuou e acabou castigada aos 48 minutos. Após escanteio, Vágner Love achou espaço para desviar de cabeça e deixar tudo igual. Houve muita reclamação do time campineiro sobre a marcação do escanteio. Por exagerar na contestação diante do árbitro, Roger foi expulso.

No domingo, às 18h30, em Florianópolis, a Ponte Preta vai enfrentar o Figueirense, pela quarta rodada. No sábado, a partir das 18h30, o Flamengo receberá o Coritiba, no Engenhão, no Rio de Janeiro. (Agência Estado)

FICHA TÉCNICA:

2 PONTE PRETA - Edson Bastos; Cicinho, Tiago Alves, Ferron e João Paulo; Baraka, João Paulo Silva, Renê Junior (Somália) e Marcinho (Nikão); André Luis (Caio) e Roger. Técnico: Gilson Kleina.

2 FLAMENGO - Paulo Victor; Léo Moura (Wellington Silva), Wellinton, Marllon e Magal; Airton, Kleberson (Botinelli), Renato Abreu e Ibson; Deivid (Negueba) e Vágner Love. Técnico: Joel Santana.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP). ÁRBITRO - Wagner Reway (MT). CARTÕES AMARELOS - Tiago Alves, Edson Bastos, Renê Junior, Caio, João Paulo Silva (Ponte); Deivid, Wellington Silva, Vágner Love e Ibson (Flamengo). CARTÃO VERMELHO - Roger (Ponte). GOLS - Renê Junior, aos 14, e Renato Abreu, aos 28 minutos do primeiro tempo. João Paulo, aos 6, e Vágner Love, aos 48 minutos do segundo tempo.

Comente


Comentários


Publicidade

Publicidade