Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

Emissoras públicas

Novas TBC e RBC mudam identidade visual

Conceito indica inovação e interatividade | 16.04.18 - 07:50

 
A Redação
 
Goiânia - As novas Televisão Brasil Central (TBC) e Rádio Brasil Central (RBC) mudaram a identidade visual. As emissoras e seus programas estão com logomarcas e logotipos novos, com referência aos conceitos da linha editoral definida pelo presidente João Bosco Bittencourt, que incluem interatividade com o telespectador, pluralidade de cobertura, conectividade e inovação.
 
A esfera é o ponto de partida das novas logos da TBC e da RBC. Ela aparece em todas as marcas, das emissoras aos programas jornalísticos e de entretenimento, e representa a variedade da nova linha editorial, que tem na informação relevante para a audiência a prioridade da cobertura. As esferas, por sua vez, são coloridas, fazendo referência à pluralidade do conteúdo veiculado.
 
 
"Assim como fizemos com a programação, nós começamos as novas marcas do zero. Não nos apegamos a nenhuma referência do passado, ao mesmo tempo em que não perdemos de vista a importância história da TBC e da RBC na cobertura jornalística dos fatos em Goiás", disse João Bosco. "As logos são simples, leves e fáceis de memorizar. Cada detalhe foi feito pensando nos espectadores", afirmou.
 
A nova linha editorial dos veículos de comunicação do Governo de Goiás já se tornou referência no Estado e fora dele. As novas TBC e RBC, que receberam investimentos de R$ 27 milhões para modernização e digitalização nas gestões de Marconi Perillo e José Eliton, estão movimentando o mercado jornalístico, dando visibilidade aos ótimos profissionais de seus quadros e mostrando que o conteúdo produzido nem de longe precisa ser "chapa branca".
 
"A popularização da internet e dos smartphones muda completamente a forma como as pessoas recebem e interagem com a notícia. Essa mudança exige de todos os veículos de comunicação alterações muito profundas no relacionamento com a audiência", disse o presidente das novas TBC e RBC. "A audiência não se contenta mais em receber as informações. Ela quer pautar as matérias, quer interferir na condução do conteúdo e se não for atendida em uma emissora ela vai procurar outra", completou. 

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351