Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

diabetes

Excesso ou falta de açúcar no sangue pode afetar qualquer um

Doença afeta 13 milhões de brasileiros | 24.09.15 - 19:22
A Redação

Goiânia -
O diabetes, doença que afeta 13 milhões de brasileiros, é conhecida pelo aumento do nível de açúcar no sangue, a glicemia. Mas você sabia que até os indivíduos sadios podem ter distúrbios que modifiquem esta taxa no sangue? É o caso da hipoglicemia, quando a quantia de açúcar no sangue está abaixo do ideal ou da hiperglicemia, quando há um excesso de glicose no corpo. Conheça os sintomas e saiba como evitar estes quadros.  
 
Sérgio Vencio, endocrinologista integrante do corpo clínico do laboratório Atalaia, explica que a hipoglicemia acontece em diabéticos quando há uma aplicação de dose excessiva de insulina ou uso inadequado de medicamentos, mas pode afetar também pessoas saudáveis em diferentes situações. “Paradoxalmente, a ingestão de alguns alimentos ricos em açúcar também pode levar à hipoglicemia. Geralmente essa manifestação ocorre de 3 a 5 horas após as refeições e em geral, afeta os indivíduos com predisposição a diabetes e pacientes submetidos à cirurgia bariátrica”, disse.
 
A hipoglicemia tem como principais sintomas a fraqueza, tontura, desmaios, mal-estar, visão turva, sudorese e taquicardia. “Este quadro é diagnosticado quando os níveis de glicose no sangue atingem valores iguais ou menores que 50 mg/dl. As situações mais comuns para isso acontecer em uma pessoa saudável são quando há um aumento de atividade física, jejum prolongado ou até o consumo excessivo de álcool”, lembrou o endocrinologista.
 
Já no caso da hiperglicemia, o especialista informa que aqui acontece o oposto, a taxa de açúcar no sangue está acima do normal, ou seja, mais que 100 mg/dl. “Os sintomas normalmente são sede exagerada, aumento da ingestão de água e do volume urinário. Normalmente a hiperglicemia não acomete pessoas sem diabetes, com exceção de casos extremos de estresse, como o infarto do miocárdio. Em pacientes diabéticos pode ocorrer devido a alimentação inadequada e no caso do uso inadequado de medicação”, explicou o médico.
 
Estilo de vida saudável evita o distúrbio
Ao sentir os primeiros sintomas o paciente deve procurar um médico. O endocrinologista explica que o especialista irá primeiramente fazer um diagnóstico clinico, baseado nos sintomas do paciente, mas muitas vezes exames de sangue são utilizados para aprofundar a investigação.  “O teste de glicemia de jejum é comumente utilizado para comprovar o diagnóstico. Este é um exame rápido que exige um jejum mínimo de 8 horas e avalia a quantidade de açúcar no sangue”, reforçou.
 
Para evitar qualquer distúrbio relacionado aos níveis de açúcar no sangue, inclusive a própria diabetes, Sérgio Vencio indica um estilo de vida equilibrado e saudável. “O importante é manter uma alimentação saudável e balanceada com horários e intervalos adequados. Também deve-se evitar o sedentarismo ou exagero na atividade física. E claro, manter as consultas ao médico e as baterias de exame em dia”.
 

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351