Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Manoel Xavier

Atendimentos de porta em porta

Importância das visitas do Sebrae | 12.03.14 - 15:03
Goiânia - Conseguir êxito no mundo empresarial não depende apenas de uma boa ideia ou oportunidade de mercado. É necessário entender os processos de produção, logística e finanças. Por maior ou menor que seja, toda empresa trabalha com fluxo de caixa, entregas, compras e vendas. Isso é básico na vida empresarial e, muitas vezes, o empreendedor, principalmente, o iniciante, desconhece o assunto.

No entanto, dentro do Sistema Sebrae, existe um programa de atendimento denominado ‘Negócio a Negócio’, que iniciou no segundo semestre de 2009 e hoje é um dos mais importantes instrumentos do Sebrae para atendimento presencial. Em dois anos de atuação já atendeu mais de um milhão de empreendedores individuais e microempresas em todo o país. Em Goiás, mais de 100 mil empresários já foram atendidos pelo programa.

Ele contribui para o cumprimento da missão do Sebrae, com a expansão de sua atuação, levando conhecimento por meio do atendimento qualificado a uma base maior de clientes. Traz também uma inovação importante, que é a mudança para uma nova realidade em que o Sebrae vai até o cliente, de forma proativa, conhecendo-o por meio das visitas nas empresas. Desta forma, abre novas possibilidades para alcançar empreendimentos nunca antes atendidos pelo Sebrae.

A visita de um agente para um atendimento dentro da empresa, de forma gratuita e personalizada, é uma estratégia capaz de contribuir efetivamente para o desenvolvimento de novos empreendimentos. É o Sebrae na porta da sua empresa.

Com o programa, as empresas passam a apresentar avanços no desempenho da produção e prestação de serviços, melhorias contínuas nas formas de atuação no mercado e maior longevidade. Visitas presenciais de consultores (no mínimo três) estabelecem, junto ao empreendedor, por meio de um questionário, um diagnóstico sobre os problemas e potenciais da empresa.

A partir do diagnóstico, o empresário muda sua percepção sobre o negócio, atuando de maneira mais profissional. Passa a investir tempo e recursos na resolução dos gargalos, sem deixar de lado as boas práticas que já lhe garantiam um bom produto ou serviço. O negócio passa a ser mais competitivo, consegue ganhar escala e abre as portas para o mundo globalizado.

Empreender, afinal, não é apenas colocar em prática uma ideia fenomenal. É estudar, ter acesso a novas informações e se capacitar sempre. Por isso, o Sebrae Goiás, pensando na solidificação das micro e pequenas empresas do Estado, oferta não só o programa Negócio a Negócio, mas também palestras, cursos, consultorias e missões técnicas empresariais dentro e fora do Brasil, em todos os cantos do mundo.

Nos últimos anos, de modo a receber cada vez melhor o empresário de pequenos negócios, o Sebrae Goiás ampliou sua rede de atendimento. São 11 escritórios regionais e 24 agências abertas em onze regiões do Estado (Centro, Entorno do DF, Metropolitana, Nordeste, Noroeste, Norte, Oeste, Sudeste, Sudoeste, Sul e Sul-Sudoeste), abrangendo os 246 municípios.

É bem verdade que cada empreendedor tem a sua dinâmica de gestão empresarial, mas o Sebrae sempre mostra caminhos e cenários para torná-los cada dia mais competitivos. Quando o empresário percebe o que tem de bom e o que precisa melhorar, adianta um passo na frente da concorrência e está pronto para potencializar sua ideia. Esse é um dos segredos de quem vence e consegue se estabilizar no concorrido mercado goiano, nacional e internacional.

 
*Manoel Xavier Ferreira Filho é Diretor Superintendente do Sebrae Goiás

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351