Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Giovani Duarte Oliveira

Venda seu produto ou venda sua empresa

Os efeitos da crise | 31.08.15 - 16:16
Estamos sempre nos deparando com organizações que tem ideias perfeitas, planos inimagináveis, produção cada dia melhor e mais qualificada, grandes profissionais na equipe. Essa é a realidade de grande número de empresas, especialmente as micro ou de pequeno porte, e de seus fundadores que são técnicos no que fazem, conhecem do produto, da sua fabricação e da organização do negócio, onde buscar recursos, como contratar, sabem muito bem fazer bem feito o dia a dia da companhia, e inclusive delegar, o que é uma tarefa a ser vencida por um gestor.
 
Ao mesmo tempo, percebemos também que há uma grande lacuna entre a produção e a venda que muitos não conseguem superar. O mundo é tão dinâmico e a cada geração esse ciclo aumenta mais. E a empresa que não tiver em seu quadro a experiência associada a inovação e uma visão moderna da administração, acaba sendo suplantada por novos negócios. Antigamente, muitas empresas tinham seus produtos comprados e não vendidos, sim, mesmo sem muito esforço, recebiam pedidos por telefone, pessoalmente, por e-mail, ou até que fazendo um trabalho não tão forte em vendas.
 
Hoje, a venda está cada vez mais difícil, por vários fatores, e apesar de não gostar da palavra "crise", estamos percebendo que nesse momento em que estamos, muitos administradores atribuem suas dificuldades a ela.
 
Todos nós percebemos que o ser humano tem uma grande característica de achar culpados e justificativas e sempre está perguntando "quem fez isso?" ou "as vendas estão baixas por conta da crise". Sempre que o gestor atribui uma culpa a alguém ou justifica ausência de resultados, acaba perdendo precioso tempo em busca de vendas e resultados.
 
Todo negócio precisa de venda, de departamento comercial avançado, pro ativo. Os que não tem essa ferramenta desenvolvida, tem necessidade de ativar a chave seletora de suas ações e seus planejamentos nesse sentido. A busca da evolução comercial do negócio passa também pela Internet, por um site interativo, pela utilização ética, adequada e ponderada das redes sociais e acima de tudo, de relacionamento com o público alvo.
 
Antes de qualquer ação, a identificação do perfil do cliente é essencial, sob pena de errar no produto e no marketing. Por outro lado, se o gestor não identificar isso com propriedade, e cuidadosamente com agilidade, coloca a empresa em situação difícil, aumentando o risco da empresa. Portanto, se não souber vender o produto, melhor vender a empresa. Mas acredite na melhor saída, aprender dia a dia novas modalidades de vender seu produto!
 


*Giovani Duarte Oliveira é advogado, atuante em assessoria jurídica estratégica em Direito Empresarial e Imobiliário, escritor e especialista em Processo Civil e Gestão Empresarial Estratégica.

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351