Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Geo Mancini

Mais experientes, mais exigentes!

| 18.05.17 - 12:00  
Geo Mancini
 
Goiânia - Nos próximos 40 anos, a população da melhor idade deve triplicar no Brasil e alcançar mais de 66 milhões de pessoas, correspondente a quase 30% da população brasileira. Os dados são de uma pesquisa realizada em 2016 pelo SPC e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). E não estamos aqui falando de vovós e vovôs frágeis não! Estamos falando de um público exigente, empoderado, fiel às marcas e que sabe exatamente se a promoção divulgada compensa. Quer mais? Para 57% dos idosos do Brasil, ir ao supermercado é considerado lazer. E aí, como estamos tratando estes consumidores?
 
Os principais fatores que determinam a compra pela terceira idade são: atendimento, conforto, localização e condições especiais de pagamento. E a fidelidade está altamente relacionada a produtos de higiene, limpeza e beleza. E aí é preciso inteligência porque quem vai ao supermercado diariamente sabe se a promoção que passou na TV vale mesmo a pena ou se apenas reduzimos alguns centavos. Se o seu produto é novo no mercado, mais uma dificuldade a vencer. Você vai precisar ganhar o coração desse público que tem alto poder de compra e que compra o mesmo macarrão, por exemplo, há mais de 40 anos.
 
A pesquisa divide os idosos em três grupos: ‘Curtindo a vida’ (72%), ‘Levando a vida’ (25%) e ‘Deixando a vida’ (3%). O orçamento, por sua vez, está dedicado a supermercado (26%), moradia (24%) e saúde (18%) e em 67% da população idosa, a responsabilidade pela compra não passa por nenhum outro influenciador. E quando a influência é um filho, ou um neto, como convencer o idoso e a família de que aquele produto vai suprir as suas necessidades?
 
Quando assunto é reclamação, eles possuem inúmeras: os celulares têm letras e telas não tão grandes quanto precisariam; os rótulos são muito pequenos e as roupas são geralmente para pessoas mais jovens ou possuem aspecto muito “velho”. Resultado: três em cada dez idosos acreditam que faltam produtos destinados à eles no mercado. Não seria hora de pensar nesse público e ganhar share?
 
Os meios de comunicação também mudaram e apesar de a televisão ainda ser a principal mídia, assistida por 80% da população da terceira idade, ainda temos rádio (50%), TV por assinatura (45%) e internet (43%). Eles jogam no celular, baixam aplicativos e também são mobiles. O Brasil precisa se preparar e sua empresa pode ganhar muito,  com estratégias bem definidas para este público e principalmente pensando em inovação através de novos negócios, mas é agora, não há tempo a perder!
 
Geo Mancini é jornalista, publicitário, CCO da Agência Mancini e Conselheiro Fiscal do Sindicato das Agências de Propaganda de Goiás (Sinapro/Goiás).
 
 

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351