Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Antonio Sérgio Cangiano

Nossa Indústria está pronta para o futuro

Vivemos um novo momento | 06.08.17 - 10:02
 
 Goiânia Estamos vivendo um novo e importante momento, momento de transformações, de mudanças. Cada vez mais a rede mundial de computadores é utilizada para marketing, comércio, além de comunicação, diversão e entretenimento. Estamos atravessando todo tipo de intempérie do ponto de vista econômico e político e a recuperação econômica passa por racionalização de processos e otimização de uso de recursos, utilizando novas tecnologias. Essa fase é, sem dúvida, rápida e vai exigir  de todos nós ações positivas em sentido amplo, que na rede mundial só a indústria da certificação digital poderá assegurar com confiabilidade.
 
É uma fase de reavaliações em todos os sentidos. Mais amadurecido, estruturado, o segmento da certificação digital, assim como outros da nossa economia, tem aproveitado para fazer ajustes, remodelação de suas estruturas no sentido de buscar novos atendimentos e usos, como exemplo a adoção de biometria na ICP Brasil. Por isso podemos afirmar que essa nova etapa vem acompanhada de muitas mudanças. Cada associada da ANCD saberá, ao seu modo, explorar mais e melhor suas potencialidades em um mercado normatizado, cujo principal valor é a segurança jurídica.
 
Eu tenho acompanhado a implantação da certificação digital desde o seu início e, 15 anos depois, posso garantir que evoluímos para patamares infinitamente mais seguros e abrimos possibilidades de usos enormes. A indústria mostrou toda a sua criatividade, soube aliar o potencial do produto com as necessidades dos seus clientes, seja pessoa física ou jurídica, moldou a utilização para oferecer o melhor custo benefício possível. É isso que nos faz um setor vibrante, que não para de investir em inovação, em atendimento conveniente ao cliente e na elaboração de produtos, como exemplo o certificado em dispositivos móveis.
 
Queremos, cada vez mais, que nossa indústria se apresente ao mercado com novidades, com novos formatos que permitam valorizar e muito a tecnologia de criptografia assimétrica segura que atingimos em certificação digital. Estamos deixando de ser meros emissores de certificado digital para atuarmos com um conjunto de soluções para os diversos setores da economia, desde assinatura de documentos, cheques, contratos, a arquivamento de documentos certificados imunes a fraudes.
 
Recentemente enviamos ao ITI uma carta que mostra um pouco essa nossa inquietação em relação ao futuro, reforçando a forma de trabalho em mercado normatizado. Demonstramos que queremos seguir contribuindo para o mesmo objetivo do órgão que nos regula, ou seja, atuando todo o tempo para que haja o crescimento responsável, imune a fraudes, que assegura a credibilidade necessária da ponta de registro até a emissão do certificado digital.
 
Para tanto, apresentamos a proposta de regulamentação dos Pontos de Validação. Procuramos, nessa sugestão, não criar novos entes, nem regulamentações contrárias à legislação em vigor. Expomos nossa sugestão ao competente time técnico do ITI e nos colocamos à disposição, como sempre, a votar resoluções nesse sentido no Comitê Gestor da ICP-Brasil.
 
Entendemos que a nossa Associação Nacional de Certificação Digital (ANCD), entidade que hoje representa cerca de 90% da indústria de Certificados Digitais no Brasil, tem realizado em conjunto com suas associadas um trabalho grandioso, ético e que tem ajudado muito o Brasil nessa nova etapa de sua economia. Queremos seguir apoiando os órgãos reguladores e o governo, sempre em conformidade à regulamentação legal e em vigor, que resulta em maior segurança para a Infraestrutura de Chaves Púbicas Brasileiras.
 
Antonio Sérgio Cangiano é diretor-executivo da ANCD

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351